Teste de personalidade MBTI: você conhece?

Há um tempo atrás em meio aquelas conversas longas com o Paulo Cunha pelo Facebook, ele comentou deste teste. Já tinha visto uma vez, mas não me recordava se na época se já tinha feito, resolvi fazer de novo.

Newsletter

Se você deseja receber as novidades do IFDBlog por email, insira o seu logo abaixo:
 

Navegando aqui e acolá achei bacana trazê-lo para o IFDBlog, vai que algum leitor tenha também a mesma curiosidade que eu. Encontrei uma matéria bem bacana no site da Trello feita por Paulo Magalhães. Transcrevo algumas partes por aqui para você ter uma noção do que se trata. Desculpem, mas foi quase tudo…

……….

Muitas empresas recorrem a instrumentos capazes de auxiliar na identificação de personalidades entre seus colaboradores.

Durante a Segunda Guerra Mundial, o teste de personalidade MBTI foi criado por duas professoras: Isabel Briggs Myers e sua mãe, Katharine Briggs.

As duas americanas desenvolveram esse instrumento psicológico baseado em uma teoria de Carl Jung, descrita no livro “Tipos Psicológicos” (1921).

Myers e Briggs tinham dois grandes objetivos com essa criação:

• Auxiliar mulheres que trabalhavam em indústrias militares a se encaixarem em funções nas quais poderiam ser mais eficientes;
• Ajudar a promover a paz mundial ao fazer com que as pessoas compreendessem a importância das diferenças individuais.

Assim, surgiu o teste de personalidade MBTI (do inglês, Myers-Briggs Type Indicator) ou Indicador do Tipo Myers Briggs.

Como funciona o teste MBTI?

O teste de personalidade MBTI funciona é muito fácil de ser aplicado. Isso é feito por meio da análise de respostas de um questionário.

Cada pergunta deve ser respondida de acordo com uma escala como esta:

• Concordo totalmente
• Concordo em parte
• Indiferente
• Discordo em parte
• Discordo totalmente
• Os resultados consistem em uma combinação de 4 letras, dentre 8 possíveis, que definem uma classificação lógica de cada tipo de personalidade.

Cada letra é proveniente de 4 dimensões dicotômicas (o que será isso? )

Já explicamos: são duas opções de resposta para cada uma das 4 características que compõem as personalidade das pessoas, veja:

As 4 dimensões do teste MBTI e as 2 possíveis classificações de cada uma

1- Fonte de energia

Extrovertidos (E): indivíduo que se sente energizado através da interação com outras pessoas, geralmente agem antes de pensar.
Introvertidos (I): aquele que se sente energizado pelo engajamento em atividades solitárias, preferem refletir muito antes de qualquer ação.

2- Modo de perceber o mundo

Sensoriais (S): consciência voltada para o que existe de concreto, àquilo que pode ser percebido através dos 5 sentidos.
Intuitivo (N): consciência voltada ao abstrato, ao lado simbólico, ao intangível.

3- Maneira de avaliação, julgamento, organização e decisão

Racionalistas (T): concisos, atuam de maneira lógica, organizada e objetiva; sempre buscam argumentos racionais.
Sentimentais (F): baseiam-se em critérios subjetivos, como valores e preferências, levando em consideração necessidades humanas e decidindo “com o coração”.

4-Estilo de vida

Julgadores (J): Decisivos, preferem seguir regras claras e viver de maneira mais planejada, estruturada. Sentem tranquilidade quando decisões são tomadas.
Perceptivos (P): gostam de liberdade, de improvisações. Dão preferência a uma vida com maior flexibilidade, adaptável. Sentem tranquilidade quando apresentam opções em aberto.
Assim, de acordo com as respostas às questões, cada pessoa receberá a letra referente a uma característica.

Mas o importante não são as letras ou como se dá a classificação. O que importa nessa hora é saber interpretar quem você é e usar isso da melhor forma ao lidar com as outras pessoas, a famosa inteligência emocional.

As 16 Personalidades do teste MBTI

Muito bem, chegou a hora de colocar o teste para ser usado na prática!

É importante você conhecer as 16 personalidades resultam das combinações de letras. e seus pontos fortes e fracos.

E é fácil entender cada uma delas porque são associadas a arquétipos, personagens do imaginário coletivo que nos ajudam a interpretar o jeito de ser de cada uma delas.

Para começar são divididas em 4 grupos:

  1. Analistas
  2. Diplomatas
  3. Sentinelas
  4. Exploradores

Reparou como é intuitivo perceber as características gerais de cada grupo?

E para cada um desses grupos, existem mais 4 tipos de personalidades, também com nomes criativos, que representam arquétipos derivados dos estudos de Jung.

Ficou complicado de entender?

Confira cada um dos tipos de personalidades que as coisas se esclarecerão facilmente.

Você até pode começar a tentar classificar seus amigos e colegas com base nesses 16 tipos de personalidades para interagir e se relacionar melhor com eles.

Entre parênteses, estão as combinações das 4 letras referentes a cada um dos itens avaliados nas tais “dimensões dicotômicas”.

Analistas

null

São os pragmáticos, também chamados de racionais.

1. Arquiteto (INTJ)

Têm alta criatividade, são estrategistas, ambiciosos e tem um plano para tudo. São muito raros – estima-se que compõem apenas 2% da população mundial.

Exemplos famosos: Michelle Obama, Vladimir Putin, Friedrich Nietzsche.

2. Lógico (INTP)

São muito inventivos, criativos, considerados os mais logicamente precisos das 16 personalidades.

É o grupo que envolve os responsáveis pelas principais descobertas científicas da História.

Constituem apenas 3% da população.

Exemplos famosos: Bill Gates, Albert Einstein, Isaac Newton.

3. Comandante (ENTJ)

São os líderes muito enérgicos, ousados e criativos.

Carismáticos e confiantes, são extremamente racionais.

Formam apenas 3% da população.

Exemplos: Steve Jobs, Margaret Thatcher, Francis J. Underwood (personagem de  “House of Cards”).

4. Inovador (ENTP)

Pessoas muito espertas e curiosas. Estão sempre buscando por desafios, pois têm como meta adquirir novos conhecimentos, adorando processos de discussão mental.

Exemplos: Tom Hanks, Thomas Edison, “O Coringa” (personagem do Batman).

Diplomatas

null

O grupo dos diplomatas também pode ser chamado de “idealistas”.

5. Advogado (INFJ)

Idealistas, místicos, mas capazes de tomar medidas concretas para alcançar seus objetivos.

Com opiniões fortes, buscam aquilo que acreditam, tentando sempre impactar positivamente os que estão à sua volta.

É a considerada personalidade mais rara, já que representa menos de 1% da população mundial.

Exemplos: Nelson Mandela, Madre Teresa de Calcutá, Martin Luther King, Goethe.

6. Mediador (INFP)

Tímidos, altruístas, idealistas. Buscam sempre enxergar o melhor lado de qualquer situação.

São mais calmos e reservados, guiados por seus princípios.

São 4% do total de pessoas no mundo.

Exemplos: William Shakespeare, Julia Roberts, Frodo (personagem de “Senhor dos Anéis”).

7. Protagonista (ENFJ)

Líderes com muito carisma, capazes de inspirar sua audiência. Altruístas, são bons comunicadores e tendem a confiar demais nas pessoas.

São aproximadamente 2% da população.

Exemplos: Barack Obama, Oprah Winfrey, Daenerys Targaryen (personagem de “Game of Thrones”).

8. Ativista (ENFP)

Criativos, cheios de entusiasmo e sociáveis. Independentes, são considerados verdadeiros “espíritos livres”.

Representam 7% da população.

Exemplos: Will Smith, Quentin Tarantino, Robert Downey Jr.

Sentinelas

null

Os sentinelas também são conhecidos sob a denominação de “guardiões”.

9. Logístico (ISTJ)

São práticos, muito confiáveis, dedicados e pouco tolerantes com indecisões.

É a personalidade mais abundante de todas, com cerca de 13%.

Exemplos: Angela Merkel, George Washington, Anthony Hopkins.

10. Defensor (ISFJ)

Muito protetores e acolhedores, são empáticos e tendem a envolver pessoas de quem gostam com muita bondade e generosidade.

Compõem quase 13% da população.

Exemplos: Beyoncé, Vin Diesel, Rainha Elizabeth II.

11. Executivo (ESTJ)

Honestos, são ótimos administradores, inigualáveis gerenciadores tanto de coisas, quanto de pessoas.

Representam 11% da população.

Exemplos: Frank Sinatra, John D. Rockefeller, James Monroe

12. Cônsul (ESFJ)

Muito atenciosos, sociáveis e bastante populares. Estão sempre dispostos a fornecer ajuda.

Correspondem a 12% da população.

Exemplos: Bill Clinton, Jennifer Garner, Steve Harvey.

Exploradores

null

Expressivos, os exploradores também são conhecidos como “artesãos”.

13. Virtuoso (ISTP)

Práticos, ousados e excelentes no uso de ferramentas.

Procuram sempre consertar problemas através da criação.

São 5% das pessoas do mundo.

Exemplos: Clint Eastwood, Michael Jordan, Indiana Jones (personagem do cinema).

14. Aventureiro (ISFP)

Artistas muito flexíveis, gostam de explorar e experimentar novas coisas.

Buscam contestar padrões tradicionais.

Exemplos: Michael Jackson, Kevin Costner, Britney Spears.

15. Empresário (ESTP)

Inteligentes e enérgicos, são pessoas com percepção bastante aguçada e gostam de arriscar.

São 4% da população.

Exemplos: Madonna, Nicolas Sarkozy, Ernest Hemingway.

16. Animador (ESFP)

Muito espontâneos e animados, frequentemente está procurando encorajar os outros. São muito sociáveis.

Exemplos: Marilyn Monroe, Adele, Serena Williams.

……….

AGORA CHEGOU A HORA! QUER FAZER O TESTE?

O teste pode ser feito gratuitamente no site: 16 Personalities – clique aqui. Já aviso que o teste é longo, reserve um tempo que está mais calmo e vá respondendo com sinceridade.

Achei bem interessante pois realmente você pode conhecer algumas das suas características (é incrivel como tudo bate), ver o que você pode melhorar e quais seus pontos fortes. Aproveite e faça também da sua equipe quem sabe você consegue acertar algumas arestas que você não está aproveitando da sua equipe 😉

Para quem ficou curioso com o meu teste, sou PROTAGONISTA” (ENFJ-A) e o o seu qual foi?

Extrovertidos (E): indivíduo que se sente energizado através da interação com outras pessoas, geralmente agem antes de pensar.
Intuitivo (N): consciência voltada ao abstrato, ao lado simbólico, ao intangível.
Sentimentais (F): baseiam-se em critérios subjetivos, como valores e preferências, levando em consideração necessidades humanas e decidindo “com o coração”.
Julgadores (J): Decisivos, preferem seguir regras claras e viver de maneira mais planejada, estruturada. Sentem tranquilidade quando decisões são tomadas.
Assertivos (A): Indivíduos assertivos são auto confiantes, temperados e resistentes ao estresse. Eles se recusam a se preocupar demais e não se esforçam muito quando se trata de atingir metas.

Postado em:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *