O marketing no mercado imobiliário é digital

  1. O marketing no mercado imobiliário é digital




O mundo mudou também para as imobiliárias: a atividade de comprar, vender e alugar casas e apartamentos é feita com apoio de canais e ferramentas. Conheça as estratégias mais usadas.

Com a chegada de novas tecnologias, a prestação de serviços no mercado de imóveis também se adapta para adotar novas estratégias de comunicação e relacionamento com os clientes.

O segmento imobiliário de forma geral já utiliza diferentes canais e ferramentas para facilitar os processos e a comunicação com o cliente.

Ter um negócio e não construir uma imagem na internet é um dos defeitos que muitos empreendedores devem rever. Uma imobiliária obviamente não pode ficar mais só no papel, pois as pessoas hoje resolvem as pendências online e isso não é diferente para quem está procurando um imóvel.

Boa experiência

Investir em um site bem feito é essencial. Para oferecer uma experiência à altura das expectativas do cliente, o site precisa de, no mínimo e sem exageros, um layout bonito, fotos em alta qualidade, informações sobre a imobiliária e, principalmente, sobre o imóvel. Um exemplo interessante é são alguns portais de imóveis que permitem que o usuário encontre facilmente o que procura e contam também com um blog bem frequentado com dicas para o corretor.

É importante entender que o imóvel é avaliado inicialmente pela internet, mas trata-se de um dos bens mais importantes na vida de uma pessoa e de uma família no geral. Portanto, é preciso criar um ambiente visualmente confortável para que as pessoas se sintam como se de fato estivessem entrando no imóvel.

SEO, navegação, conteúdo

Para ir além, a imobiliária pode investir em SEO (Search Engine Optimization), para que o site tenha excelente navegabilidade e ofereça conteúdo relevante, fazendo com que o cliente perceba a imobiliária como referência na hora da pesquisa. Este conjunto de cuidados melhora o posicionamento nas ferramentas de buscas e traz mais usuários para o site.

Redes sociais

É importante também integrar o site da imobiliária com as redes sociais. Descubra em quais lugares o seu público está presente e construa a imagem do seu negócio por lá também. Entre as redes sociais mais comuns entre os brasileiros estão Facebook, Twitter, Instagram, LinkedIn, Google + e YouTube. É claro que não precisa estar em todas elas, pois nem sempre são relevantes, mas mantenha o perfil sempre atualizado.

Divulgação

A imobiliária também pode investir em anúncios que aparecem no buscador Google, por exemplo, e em sites afiliados, pagos por clique. A imobiliária pode comprar palavras-chave relevantes para o negócio seus anúncios que serão exibidos em buscas. Nesse caso, é preciso muito jogo de cintura porque administrar o investimento porque palavras-chave muito concorridas geram interesse de outras empresas e o clique sai mais caro.

Há muitas outras ferramentas e serviços para otimizar a campanha de marketing imobiliário na internet e que não foram citadas aqui. Mas com essas você consegue turbinar o projeto e aumentar o número de contratos fechados. Se o investimento nestas etapas for bem feito e destinado para a estratégia certa, será bem menor do que anúncios em jornais e revistas e possivelmente muito mais efetivo.

autora: Letícia Alcantara
fonte: [Webinsider]

Postado em:

Um Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *