IFDBlog

Dicas, matérias, artigos e links sobre publicidade, propaganda, marketing e design.

  • Entenda por que tantas redes de fast food usam logos vermelhos

    McDonald’s, Habib’s, Wendy’s e Burger King são apenas algumas das redes alimentícias cujo os logotipos contêm a cor vermelha em destaque. Isso não é coincidência. O ser humano médio consegue enxergar milhões de cores, mas o vermelho é especial, conforme explicam especialistas ao Business Insider. Foi simplesmente a primeira letra a ser nomeada após “preto” […]

  • Custo, preço e valor

    Custo, preço e valor. Três conceitos que todo mundo conhece. E nem precisa ser algum economista ou empresário para conhecê-los, já que estas três palavras estão no dicionário e no linguajar cotidiano de quase todas as pessoas. Porém, o que muitos não sabem é qual a diferença entre os conceitos. No senso comum, preço e […]

  • Design Triangle

    Baseado no livro Design Thinking, Rachel Clements, criou esta ilustração com os três estágios do processo de design. Você pode baixar o poster em tamanho A2, clicando aqui.

  • Publicidade invisível na internet é prática abusiva nas relações de consumo

    Não há dúvida: a influência que os consumidores têm sobre os outros é muito maior do que a de qualquer publicitário ou grande empresa. Essa é a conclusão do experimento promovido pelo publicitário Martin Lindstrom e detalhado no livro “Brandwashed”[1]. Inspirado pelo filme The Joneses[2], Lindstrom patrocinou uma ação publicitária inusitada na Califórnia: uma família […]

  • Marketing: massificado ou segmentado?

    Os consumidores criam hábitos de compra assim que adquirem um produto, mas quando olhamos o curto prazo, aparentemente muitos clientes não são fieis, realizando compras apenas de forma ocasional. Entretanto, no longo prazo os heavy users das marcas se tornam muito importantes, chegando a representar até 80% das vendas. Com o investimento pesado de muitas […]

  • Que estratégias dão certo para a classe C?

    A baixa renda não compra mais apenas o que é necessário, mas também mostra interesse em adquirir produtos e serviços aspiracionais. O que antes era um sonho distante passou a ser visto como uma meta e, por isso, o esforço para obter o desejado é maior. Mas, afinal, o que funciona para a classe C? […]