Fazer Networking não é pedir emprego

Quem não se relaciona com outros profissionais não aumenta as suas conexões pessoais, não se torna visível, não evolui na carreira e, às vezes, nem consegue um emprego.

O networking é a maneira mais eficiente para encontrar uma nova posição no mercado de trabalho.

MAS, AFINAL, O QUE É NETWORKING?

Pode-se dizer que é a formação de um grupo de apoio profissional. Geralmente pessoas que se encontram em uma mesma situação se reúnem periodicamente para compartilhar idéias, medos, inseguranças e experiências. O objetivo é que outras pessoas conheçam a sua situação e possam ajudá-lo em situações difíceis. E vice-versa.

Para fazer parte de um grupo como este e garantir auxílio quando precisar, basta que você comece a conversar com o maior número de pessoas possível. Fale com familiares, amigos, conhecidos, alguém certamente conhece outra pessoa que esteja na mesma situação que você.

Em resumo, fazer networking é simplesmente conversar com pessoas e contar suas qualidades profissionais. Porque o mais importante não é o que você sabe, e sim o que os outros sabem de você.

PEDIR DEMAIS?

Há pessoas que acham que fazer networking é pedir favores. Não é. Aliás, networking não tem nenhuma relação direta com a obtenção de emprego.

Fazer networking é manter relacionamentos e compartilhar interesses em comum. Além do networking convencional, que é feito entre profissionais da mesma área para discutir problemas comuns e repartir soluções, você pode fazer o networking informal.

Toda vez que você sai de casa, vai a um restaurante, à padaria, etc, e encontra pessoas, conversa e troca informações que o ajudam a formar uma opinião sobre determinado assunto, você está fazendo networking.

NETWORKING TAMBÉM FUNCIONA PARA PROCURAR EMPREGO

Conseguir uma colocação também pode ser um objetivo do networking. Estar em contato com profissionais da mesma área e de diversas empresas pode ajudá-lo a conseguir mais facilmente uma indicação.

Mas, não pense que o networking é uma técnica impessoal e manipulativa de conseguir emprego. É apenas uma forma de melhorar a sua visibilidade no mercado de trabalho e coletar informações importantes, criar impressões favoráveis e duradouras que o ajudem a encontrar oportunidades de emprego.

Portanto, se quiser evoluir profissional e pessoalmente, inclua o networking nas suas ações diárias. Lembre-se que na vida e nos negócios o que realmente vale é ser bem relacionado.

2 Comentários

  1. Prezados;
    Gostei muito da materia ” Fazer networking não é pedir emprego ” Meu recado é leia a materia que vai lhe dar mais argumentos e disposição para fazer networking diariamente.
    Sucesso a todos.

  2. Olá!
    Li essa pequena matéria sobre networking e gostei bastante! Pois é só o que eu tenho feito ultimamente…rs
    Sou publicitária formada, 26 anos, tentando me colocar no mercado como redatora, pois o que eu amo fazer é escrever. Tenho uma coluna mensal no site Guia da Semana, no canal mulher. Faço crônicas e amo o que faço! O que tem faltado é arrumar emprego como redatora em agência de publicidade. Pois nunca atuei como tal. Já fui atendimento, o que não ajuda tanto…
    Bom, é isso!
    Nem sei ao certo porque estou escrevendo aqui, mas espero receber respostas de alguém que de repente esteja na mesma situação que a minha!
    Bjs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *