Geração alpha: os 100% conectados

Crianças nascidas a partir de 2010 são 100% conectadas e formam uma nova geração para quem o mundo analógico não faz mais parte da realidade

A primeira geração a ser 100% digital. Esses são os alphas, que superam os millennials e a geração Z quando o assunto é tecnologia. Segundo o instituto de pesquisa americano Pew Research Center, analisar as gerações é também uma forma de entender como acontecimentos globais, econômicos e sociais interagem entre si para definir a forma como vemos o mundo.

De acordo com o estudo, crianças nascidas desde 2010, quando a Apple lançou o iPad, fazem parte dessa geração. “Antes, as gerações eram definidas a partir de acontecimentos históricos ou sociais importantes. Hoje, são delimitadas pelo uso de determinada tecnologia”, explica o psicólogo Roberto Balaguer, professor da Universidade Católica do Uruguai.

Quais são as gerações?

Depois dos chamados baby boomers, nascidos entre 1946 e 1964, veio a geração X, nascida entre 1965 e 1979. Essas pessoas cresceram ouvindo falar de aparelhos eletrônicos, mas a tecnologia ainda era algo distante de seu cotidiano.

Foi a vez então da geração Y, formada pelos chamados millennials, nascidos entre 1980 e 1996, e caracterizados por um maior uso e familiaridade com meios de comunicação e tecnologias digitais.

LEIA MAIS: Millennials, X, Z ou Alpha: a qual geração você pertence?

Finalmente, veio a geração Z, integrada por pessoas nascidas entre 1997 e 2010 e que usam a internet desde muito jovens e, portanto, se sentem muito confortáveis com a tecnologia e o mundo digital.

E por fim surge a geração alfa, formada pelos filhos dos millennials, a primeira para qual muitos aspectos do mundo analógico parecem bem distantes de sua realidade.

Quem são os filhos dos millennials?

Especialistas estimam que, a cada semana, nascem mais de 2,5 milhões de alfas no mundo. Isso significa que, em 2025, quando nascerão os últimos integrantes dessa geração, este grupo poderá ser de mais de 2 bilhões de pessoas.

“A grande maioria nascerá em países emergentes e em desenvolvimento, e é provável que tenham melhores perspectivas que seus pais e avós à medida que os níveis de vida melhorem nos próximos anos”, diz Joe Nellis, professor da escola de negócios Cranfield, no Reino Unido.

O mundo ao redor dos alfas, começando por seus pais, está constantemente conectado a celulares e à internet. De acordo com a pesquisa, a tecnologia é uma extensão de sua forma de conhecer o mundo.

autora: Jade Gonçalves Castilho Leite
fonte: Consumidor Moderno

Para Completar

Conheça a geração Alfa e saiba como ela pode moldar o futuro

Postado em:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *