Os 10 Mandamentos para um “chefe” destruir a empresa sem fazer força

Conheça as dicas bem humoradas de um especialista em Recursos Humanos sobre a importância do setor pessoal:

1ª LEI – A CENTRAL DE CENTRALIZAÇÃO

  • Você é um chefe e está atrás desta mesa enorme não é à toa. Você tem que ficar sentado aí o dia inteiro. Os outros é que devem vir até você…
  • Arme-se logo contra os espertinhos independentes…
  • Crie a Central de Centralização, ou seja, a sua própria mesa. Tudo deve passar por você. Não deixe nada de fora. Afinal, essa é a sua função.
  • Crie o “Você Decide” na sua empresa, onde todos têm que ligar para o seu número telefônico e pedir autorização. Não deixe escapar nada, nem mesmo se algum funcionário deve receber vale-transporte para ônibus, metrô ou bicicleta.
  • Controle tudo.

2ª LEI – A INTELIGÊNCIA BURRA

  • Valoriza sempre os funcionários “puxa-saco”.
  • Aqueles que fazem tudo aquilo que você manda, do jeito que você manda.
  • Bom funcionário é aquele que faz exatamente o que você quer.

3ª LEI – A COMUNICAÇÃO

  • A comunicação é sua fonte do poder e de mais ninguém.
  • Um chefe sabe muito bem que quanto mais explicar como funcionam as coisas, menos os funcionários entenderão.
  • Quanto mais se explica, mais desconfiados eles ficarão, mais facilmente sabotarão as suas idéias, mais rapidamente darão risadas pelas suas costas.
  • Ora, você é um excelente chefe, então por que tolerar isso?
  • Os seus funcionários não têm e nunca vão ter capacidade para entender os detalhes técnicos ou gerenciais.
  • Isto vale dizer que quanto menos você se expor e menos falar, mais eles vão trabalhar e produzir.

4ª LEI – O CLIENTE EM PENÚLTIMO LUGAR

  • “Cliente tem sempre razão” desde que concorde com suas idéias.
  • Adote esse pensamento. Essa história de ficar preocupado com aquilo que o cliente deseja é pura tolice.
  • O cliente nunca sabe o que quer, sempre causa transtorno, reclama de tudo sem razão alguma, cria sempre problemas de toda ordem.
  • Portanto, em vez de gastar tempo e dinheiro procurando saber o que ele deseja, faça aquilo que for mais interessante para a sua administração.
  • O Cliente não entende do seu negócio. É um leigo. Não sabe nada de Gestão e só dá opinião errada.
  • Você tem sempre razão e uma desculpa pronta para dar em diversos idiomas.

5ª LEI – O FUNCIONÁRIO EM ÚLTIMO LUGAR

  • Um chefe que se preze tem a obrigação de valorizar o funcionário. Depois, é claro, de ter valorizado todo o resto.
  • Colocar o funcionário como prioridade só traz despesas extras. O importante são os processos.
  • Os funcionários têm que se adaptar a sua realidade. Não se preocupe em formar equipes ou times competentes e comprometidos com a sua Empresa.
  • Ninguém dura para sempre.

6ª LEI – CRIATIVIDADE

  • Para uma empresa funcionar cada vez melhor e produzir cada vez mais, o chefe deve investir em criar atividades.
  • Criar cada vez mais atividades para seus funcionários, a fim de não deixá-los um minuto sequer ociosos.
  • Faça-os controlar o consumo de clips, canetas, borracha, lápis, papel, envelopes e xerox no setor.
  • Exija um relatório mensal dos produtos consumidos e um “Business Plan” anual de consumo.
  • Com essas tarefas sendo criadas, você verá a produtividade aumentar estrondosamente.

7ª LEI – SOLUÇÃO DE CONFLITO

  • Conflitos sempre existirão.
  • Então por que perder tempo para resolvê-los? Os conflitos devem ser ignorados.
  • Um bom chefe não pode perder tempo, produtividade e dinheiro com pequenos detalhes. Afinal, em cada conflito os funcionários sempre passam a defender um dos lados e transformam um desentendimento sem importância em uma comoção descontrolada.
  • E, além disso, os conflitos sempre criam fofocas e boatos que facilitam as condições e os relacionamentos de trabalho. Quando os conflitos aparecerem, faça de conta que eles não existem.
  • Seu tempo é precioso demais para isso.

8ª LEI – POLÍTICA SALARIAL

  • Mostre aos seus funcionários o custo total de despesas com pessoal.
  • Comece a reformular a política salarial da sua empresa: corte os Vales-transportes – caminhar faz bem à saúde. Essa decisão é importantíssima.
  • Contenção de despesas começa com os salários e benefícios.
  • Não esqueça de mostrar o quanto à empresa gasta com contribuições para o governo.
  • E se algum funcionário engraçadinho pedir aumento de salário, demita-o.

9ª LEI – MOSTRAR RESPEITO

  • Cada pessoa que trabalha para você é um indivíduo. Por isso eles não precisam de elogios.
  • Precisam de críticas para trabalhar mais e mais. As pessoas gostam de ouvir que elas não estão trabalhando direito, isso incentiva mais o trabalho.
  • Critique tudo e todos.

10ª LEI – AUTORIDADE

  • Os funcionários precisam de certa autoridade para realizar o seu trabalho.
  • Eles precisam saber que é você que manda.
  • Crie um clima de tensão.
  • Assim eles vão trabalhar mais e não vão ficar passeando pelos corredores ou setores vizinhos.
  • Se você pegar algum funcionário fora do seu setor de trabalho dê uma suspensão de 10 dias.
  • Sua autoridade é poder.

Se você se encaixou em algum desses mandamentos é hora de começar a mudar o seu estilo gerencial:

  • Lembre-se: é com o chefe que as pessoas convivem no dia-a-dia.
  • Chefes que sabem liderar pessoas são peças importantíssimas para um ambiente de trabalho estimulante, saudável e criativo.
  • Ao contrário , chefes despreparados para lidar com pessoas perdem em produtividade, criatividade e, conseqüentemente, em resultados.
  • É o chefe que orienta as pessoas, ou, desorienta.
  • É o chefe que as ajuda a crescer ou a estagnar.
  • O chefe tem o poder de melhorar, ou piorar, sensivelmente, a vida de seus subordinados.
  • Depende dele, em grande parte, os aumentos, promoções, oportunidades e o avanço profissional de todos os que a ele se reportam.
  • Se o chefe souber lidar com as pessoas, for competente, orientar e aproveitar o que elas têm de melhor, for líder e justo, os subordinados vão gostar cada vez mais da empresa.
  • Mas, se o chefe for autoritário, desmotivador, não souber estimular e se não tiver as qualidades profissionais e humanas básicas, as pessoas vão deixar a empresa na primeira oportunidade.

Por fim, algo que faz toda a diferença: um bom chefe é a alma do negócio, pois ele define, inspira e impregna o ambiente de trabalho.

fonte/autor: Desconhecido

Posted in:

2 Comentários

  1. Conheci e trabalhei com um imbecil que tinha a maioria dos quesitos acima… E o idiota ainda repetia como mantra: "sabe… é que eu tenho 25 anos de experiência"… por isso eu sei de tudo, a sou o senhor da verdade. Infelizmente tem muita empresa que adora estes imbecis… acham que tendo um idiota retrogrado na chefia é altamente benéfico…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *