Pesquisa mostra que 95% do brasileiros não se apegam a marcas, produtos e lojas

O levantamento feito pela Nielsen Brasil mostrou que poucos consumidores brasileiros, menos de 5%, são realmente apegados e leais a marcas, lojas e produtos. Isso acontece devido às constantes mudanças no mercado, pois o cenário está muito competitivo e os consumidores podem experimentar diversas experiências de compra.

Os consumidores brasileiros estão menos fiéis, e isso causa um impacto, principalmente nas marcas líderes, que estão perdendo a preferência na hora da decisão de compra do consumidor. O estudo da Nielsen Brasil aponta que 68,3% das líderes perderam penetração. Segundo as informações da Nielsen Brasil, a rotina dos consumidores, atualmente, é mais dinâmica, rápida e prática, ou seja, é mais fácil mudar e experimentar coisas novas, do que se comprometer com certas marcas e produtos.

A COMPETITIVIDADE DO MERCADO CRIA UM CONSUMIDOR DESLEAL

O fator principal dessa mudança, de acordo com a líder da Indústria de Alimentos da Nielsen Brasil, é o ambiente de consumo, que incentiva o público a experimentar coisas novas. O desafio de se fazer com que o cliente troque suas escolhas parece estar funcionando, pois o estudo da Nielsen Brasil apontou que 95% dos brasileiros são desleais a produtos, lojas ou marcas.

É perceptível que a lealdade mudou muito no varejo, dessa forma, as empresas precisam encontrar novos meios para aproximar sua relação com cliente, atendendo às necessidades de cada um, oferecendo novidades únicas. A saída estratégica é apostar em inserir lançamentos no mercado, marcar sua presença em eventos e reforçar sua atuação no mercado. O relatório da Nielsen Brasil mostra que em 30% das categorias analisadas, marcas líderes nacionais perderam relevância e preferência.

O mercado atual conta com diversas e variadas opções de produtos, inovações nos tipos de formato, sabores e tamanhos. Existem também os novos formatos de lojas, canais e formas de compra. Entre as categorias que tiveram o movimento mais evidenciado foram: Higiene & Beleza (85%), Alimentos (75%) e Limpeza (71,4%). Somente o nicho de Bebidas registrou maior entrada das marcas desenvolvidas (58,8%).

ESTRATÉGIAS INFALÍVEIS: INOVAÇÃO E APROXIMAÇÃO COM O CLIENTE

O estudo revela que as estratégias são necessárias para levantar a marca. O consumidor menos apegado ao que já conhece, pode voltar a ter interesse em certa marca ou produto, isso vai depender do quanto a marca irá surpreender seus clientes. O ideal é que haja uma conexão entre marca e público. A pesquisa da Nielsen mostra que, aproximadamente, 50% dos entrevistados afirmaram que gostam de experimentar coisas novas.

Outra forma de atrair o cliente assertivamente é planejar promoções que podem melhorar a relação a longo prazo. O estudo da Nielsen mostrou que empresas que apostam em promoções ganharam penetração de 57%, além de conquistaram lealdade.

A conclusão da pesquisa da Nielsen é de que o varejo e a indústria precisam sempre estudar o consumidor, além de reinventar o modo que trabalham em conjunto. A estratégia é direcionar e atingir o cliente de forma inteligente, colocando à disposição produtos variados e inovadores, ações regionais, promoções, programas de fidelidade e campanhas relevantes de marketing digital, propagandas e publicidade para destacar a marca e produto.

fonte: Universo Negócios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *