5 dicas infalíveis para impactar a Geração Z

Eles raramente são brandlovers, querem mesmo é saber do coletivo e não têm medo de fazer o próprio negócio – fracassar e começar de novo. Essas são algumas informações centrais colhidas por uma pesquisa do Think With Google que ajuda a nortear marcas e criadores de conteúdo que pretendem atingir quem nasceu na metade da década de 1990 e hoje tem até 24 anos, ou seja, a chamada Geração Z.

Bem diferente dos Millennials em muita coisa, a GenZ já faz suas próprias regras quando o assunto é consumo e percepção de mundo.

A Geração Z está matando diversos setores do mercado. E agora?

Por isso mesmo, listamos aqui as tendências de comportamento mais importantes deste grupo – e que a partir de 2020 só devem crescer em relevância. Confira:

1. SEM INTERMEDIADORES

Jovens desta geração costumam fazer e consumir seus próprios conteúdos, sem precisar de intermediários. Ou seja, a conversa e a troca é muito mais horizontal, por isso quem quiser se comunicar com eles precisa estar em lugar de igualdade.

2. MARCAS?

A GenZ é menos conectada com marcas grandes do que os Millennials. Segundo o Google, em seu relatório, muitos nem conseguem lembrar de uma brand da qual sejam fiéis. A Nike está entre as que conseguiram quebrar essa barreira, por exemplo. Já a Apple, queridinha da GenX, fica apenas em quinto lugar, dentre 20 opções citadas.

3. SEJA DISRUPTIVO

Esqueça banners e anúncios. Publicidade tradicional definitivamente não funciona com os jovens Z. Cerca de 64% dos entrevistados disse gostar de um vídeo de marca apenas quando é autêntico e reproduz a realidade.

4. ESPELHO, ESPELHO MEU…

Apesar de terem um grande interesse por meio-ambiente e sustentabilidade de uma forma geral, se preocupam cinco vezes mais com questões pessoais, como alimentação e dietas para emagrecer. As informações são do Google Consumer Survey 2019.

5. ALFABETIZADOS DO YOUTUBE

A GenZ usa o Youtube para aprender sobre praticamente tudo, inclusive sobre o que vão fazer no futuro. Temas como empreendedorismo tendem a crescer em importância para essa parcela da população. Para se ter ideia, de 2017 para 2018, o tema cresceu 200% nas buscas de conteúdo do Youtube.

autor/fonte: www.consumidormoderno.com.br

NOTA IFD: Em relação a imagem que usei para ilustrar o texto, alguns estudiosos dizem que a Geração Z são nascidos em MEADOS de 1990 outros já colocam 1995 precisamente. Caso tenha curiosidade de caracteísticas de outras gerações, acesse: Geração X, Geração Y, Geração Z …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *