Como criar um filtro para o Facebook e Instagram Stories?

O Stories hoje serve de entretenimento para mais de 400 milhões de pessoas que acessam o recurso todos os dias. O sucesso é tanto que grandes empresas já perceberam o imenso potencial viral do Stories, sendo um meio de além de criar engajamento, espalhar sua marca.

Newsletter

Se você deseja receber as novidades do IFDBlog por email, insira o seu logo abaixo:
 

Na semana passada, foi liberado o acesso da ferramenta de criação de filtros de Realidade Aumentada (AR) tanto para Facebook quanto para o Instagram, Spark AR Studio. A ferramenta, que antes tinha acesso limitado, é uma iniciativa do Facebook for Developers.

Designers, desenvolvedores, criadores, marcas e pessoas que queiram criar seus próprios efeitos personalizados têm acesso e com isso é bem possível que amplie muito mais o número de pessoas e agências que queiram desenvolver este tipo de trabalho de Realidade Aumentada (AR). O recurso pode também ajudar em produtos, serviços, fandoms, causas e o que mais a sua imaginação e criatividade deixar.

O interessante é que no Brasil se HOJE você pesquisar por este assunto, vai perceber que o interesse da grande maioria é TER os filtros. É quase uma onda de pessoas acumuladoras de filtros se gabando da quantidade que tem deles e onde pode consegui-los, já que muitos destes filtros criados até então precisavam de um certo esforço para descobri-los, e para usá-los, você tinha que ao menos visitar ou seguir o perfil de quem tinha este filtro. Portanto, é ainda algo de ‘super novidade’ no sentido de, profissionalmente falando, CRIAR os filtros – um diferencial que você terá para aumentar o engajamento e contribuir na divulgação da empresa/produto/serviço do seu cliente, logicamente, se isso estiver de acordo com o perfil e necessidades dele.

O Spark AR está disponível para download gratuito (clique aqui) tanto para macOs como Windows. Não é possível utilizar o programa no celular (por enquanto).

O Spark AR é bem intuitivo, mesmo com o tutorial em inglês (clique aqui) tudo é muito fácil de entender. Para coisas simples não há necessidade de saber códigos complexos, tudo depende mais da sua criatividade.

Assim que concluir o download do programa, basta entrar com o login do seu Facebook. Logo assistirá a um breve tutorial e depois terá acesso as seguintes opções:

  • Viewport: onde você poderá visualizar seu efeito sendo contruído;
  • Scene Panel: controle de quais objetos estão em seu efeito;
  • The Layers Panel: adicionar e editar camadas;
  • Inspector: visualizar e editar as propriedades dos elementos na sua cena;
  • Assets Panel: utilizado para adicionar e visualizar todos os recursos incluídos em um projeto;
  • Toolbar and Menu Bar: acesso rápido para todos os tipos de diferentes recursos;
  • Patch Editor and Scripting Console: para adicionar programação visual ou scripts (códigos mais complexos);
  • Simulador: local onde você simula seu efeito em um dispositivo móvel.

O Spark AR Studio funciona com a combinação de objetos e ativos. No rastreamento de rosto, você pode criar efeitos de incluir objetos: como um óculos, chapéu, máscara, piercings, etc. Há a possibilidade de criar efeitos que seguem o movimento da mão e do corpo, como também criar fundos diferentes. A ferramenta ainda tem outros recursos usando ou não códigos e até a possibilidade de incluir som.

Para você que já quer começar a criar seu filtro, no site do Spark AR Studio, além de toda a documentação para começar a criar, tutoriais (em inglês), amostras de efeitos você ainda encontra algumas inspirações/referências. Para quem pretende trabalhar com isso e é bem iniciante, já saiba que é comum usarem outros programas como complemento para fazer algum elemento 2D ou em 3D que você deseja incluir na animação do seu filtro, por exemplo: Photoshop, 3DMax, o Cinema 4D ou até mesmo o Blender, que é gratuito. Assim como também é comum usar bancos de modelos/texturas/imagens 2D e 3D para fazer seus filtros.

Depois de criar o filtro, basta enviar o projeto para o Spark AR Hub. Antes de serem disponibilizados para o público, o filtro passará por uma análise para verificar se o conteúdo está de acordo com os padrões da comunidade e as políticas da plataforma. A análise, segundo eles, é feita em um dia útil, mas pode levar uma semana. Assim que o filtro for aprovado ou não, você será notificado tanto pelo Facebook quanto pelo Spark AR Hub. O criador terá acesso a um painel onde poderá gerenciar e mensurar todo desempenho do filtro criado.

Por meio do Effect Gallery o usuário agora poderá ter acesso à sua criação e de outros membros da comunidade do Instagram. Esta galeria é uma biblioteca de filtros de uso livre. Para usar o filtro, agora, basta abrir os feitos da câmera do aplicativo e clicar na opção “Ver Efeitos” no final da bandeja de filtros.

Além dos filtros nos Stories, que particularmente acho mais interessante justamente por causa do uso da Realidade Aumentada (AR), ainda temos os stickers e gifs que podem ser especialmente criados personalizando ainda mais o conteúdo do Stories para quem é fã ou não de alguma marca.

Vale lembrar que o mais importante é criar um conteúdo que envolva, que converse com a marca e público do seu cliente.

Veja quem já usou os filtros do Stories como estratégia

Foram muitas empresas e até artistas que usaram os filtros como estratégia, achei algumas que já foram mencionadas na internet…

Adidas

null

Foto: Reprodução/Rodrigo Fernandes

O estilo VHS que tempos atrás era moda no Instagram, foi adotado pela empresa num filtro no mesmo estilo, dando um ar mais vintage ao seu conteúdo.

Anitta

null

Foto: Reprodução/Rodrigo Fernandes

Primeira artista brasileira a ter efeitos na rede social. Com quatro versões de maquiagem e acessórios, o filtro chegou para marcar seu EP solo.

Disney

null

Foto: Reprodução/Rodrigo Fernandes

Pioneiros na implementação de filtros. Com apenas um toque na tela é possível alterar entre as orelhas dos dois personagens mais famosos da franquia, Mickey e Minnie.

Gucci

null

A grife italiana Gucci oferece três filtros diferentes para os Stories. Cada visual adiciona elementos que remetem a períodos diferentes da história, com estéticas renascentistas e barrocas.

Rihanna

null

Foto: Reprodução/Rodrigo Fernandes

O filtro da cantora Rihanna adiciona uma tiara de diamantes na selfie do usuário. Vale lembrar que “Diamonds” é uma canção bem famosa da cantora, gravada para o seu sétimo álbum.

Kylie Jenner

null

Foto: Reprodução/Rodrigo Fernandes

Kylie Cosmetics, marca de produtos de beleza da empresária e socialite Kylie Jenner, disponibiliza um filtro que aplica maquiagens nos rostos dos usuários. É possível experimentar várias cores de batom da coleção da marca nos lábios.

Maddie Ziegler

null

Foto: Divulgação/Instagram

Esse filtro é chamado de “Spread Kindness” (espalhe gentileza, em tradução livre) e foi lançado pelo Instagram em outubro de 2018, em parceria com a atriz Maddie Ziegler, em uma campanha contra o bullying. O efeito tem duas versões: na câmera de selfie, mostra um emoji com olhinhos de coração fixo na tela; na câmera traseira, mostra diversos comentários gentis escritos em vários idiomas, espalhados por todo o ambiente ao redor.

NBA

null

Foto: Reprodução/Rodrigo Fernandes

O filtro da NBA, principal liga americana de basquete, adiciona uma tabela e uma cesta no ambiente ao redor do usuário. Ao gravar um vídeo, um jogador em 3D surge e faz uma “enterrada”, convertendo os pontos.

Off-White

null

Foto: Reprodução/Rodrigo Fernandes

A grife italiana Off-White oferece três opções de filtros. Um símbolo de aspas na selfie (famosa marca da empresa impressa em seus produtos), um par de óculos verde neon ou a frase “Filtro facial do Instagram” em inglês.

Buzzfeed

null

Foto: Reprodução/Ana Raissa

O filtro foi criado na época para divulgação de um canal exclusivo, o Buzzfeed Tasty.

Netflix

null

Foto: Reprodução/Ana Raissa

Para divulgar uma das atrações de streaming, Chilling Adventures of Sabrina, a Netflix criou um filtro com duas camadas. Com ele você consegue criar dois tipos de stories com um filtro só.

Burger King

Foto: Print Fanpage Burger King

Game em forma de filtro do Burger King, promove o Mega Stacker HashFries. Ao movimentar a cabeça, o jogador percorre um labirinto e come batatas. Enquanto come os elementos do game, saem várias palavras “hmmmmm” de sua coroa. Quando o jogador é pego por uma dentadura ele perde o jogo.

Pabllo Vittar

Primeira drag queen a possuir filtro oficial global dentro do Instagram.

O filtro traz referências de maquiagem utilizadas pela cantora, como gloss, retoques na pele, sardinhas e brilho nos olhos. Ao escolher o recurso, o usuário terá além da maquiagem impressa em seu rosto, o Ring Light, efeito querido entre modelos, artistas e influenciadores, considerado uma versão da clássica luz de camarim, que causa o reflexo redondo na íris dos olhos, disponível nas setes cores do arco-íris. Para escolher a cor desejada é necessário clicar na tela antes de registrar a foto, até que o efeito desejado apareça. O filtro é gratuito, mas é necessário seguir o perfil da drag na plataforma para que fique disponível.

NOTA IFD: Se você já viu o grande potencial viral que tem os Stories e precisa de um filtro, sticker, gif ou até mesmo um pack completo para o Instagram do seu negócio, entre em contato e faça seu orçamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *