Widget Ads: uma forma diferente de publicidade





Os Widget Ads do Facebook são anúncios interativos onde o receptor pode determinar a relevância e até criticar a campanha

O Facebook tem pesquisado e desenvolvido soluções para aumentar sua rentabilidade e abrangência, apresentando inovações importantes e desenvolvendo novas formas de interação com o usuário.

O Facebook Connect por exemplo, já permite que o usuário faça sua autenticação em sites externos, além de ter acesso aos seus amigos em qualquer site que aceite autenticação Facebook. A empresa também inovou recentemente ao lançar o Beacon, uma ferramenta através da qual o usuário pode enviar suas atividades em qualquer site que use o Connect para seu perfil, podendo assim exibir últimas compras, filmes assistidos, artigos lidos etc.

A tecnologia Engagement Advertising quer mudar o cenário da propaganda online. Os Engagement advertisements (anúncios de mobilização?) trazem um modelo diferente de publicidade para redes sociais.

Eles permitem ao receptor interagir de maneiras diversas, ao invés de apenas clicando e sendo redirecionado para o site do anunciante. Surge a possibilidade de deixar um comentário (sem censura), se tornar um fã ou enviar um presente a um amigo. São anúncios realmente sociais, para redes sociais.

O conceito é proposto como totalmente novo, porém de certa forma é bastante próximo aos widgets patrocinados, aplicativos mantidos por uma empresa, voltados para uma comunidade, como algumas marcas já vêm fazendo nas diversas redes sociais. Marcas como Nike, Terra, Globo.com e muitas outras já vem investindo em branded apps, que tem se mostrado uma forma barata, simples e rentável de ampliar sua presença nas redes sociais.

É uma estratégia que a maioria das marcas pode ver como arriscada, desconhecida ou complexa. Mas as marcas 2.0 irão aproveitar esta oportunidade tão logo os anúncios estejam disponíveis no Facebook (estão ainda em teste, restritos a poucas marcas) e até as outras empresas criarem sua versão do serviço.

Para se dar bem neste novo contexto, as marcas precisarão produzir conteúdo de verdade, do interesse da comunidade, se preocupar em prover possibilidades de interação e aprender as regras do jogo das redes sociais. Marketing nas redes sociais é sobre comunidades e as marcas que entenderem isso tendem a conquistar cada vez mais espaço online.

Widgets hoje já são plataformas de anúncios, mas podem desencadear um processo inverso – as redes de anúncios se tornarem plataformas de widgets. Em breve estes Widget Ads vão extrapolar as redes sociais, fique atento!

autor: Diego Gomes
fonte: Revista Publiciad

Para completar
Uma campanha bacana que usou esta forma de publicidade foi em dezembro de 2007 lá nos USA, um Widget Advertising da Ford, vale a pena lembrar que um widget ad não deve ser criado pensando apenas em redes sociais mas também em blogs ou sites por isso é comum os widgets ad (ou qualquer widget por aí) ter a possibilidade de se obter o código html para ser facilmente instalado em um blog comum. Demorou pro pessoal do Brasil “descobrir” esta nova forma de publicidade para as marcas, pra quem tiver interesse vale a pena procurar alguns cases pelo google afora.

Além disso já existe um Widget Ads Generator pela net só ter vontade e pesquisar, aproveitem a dica 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *