Photoshop é abolido do marketing de rede de farmácias americana





Com o intuito de focar na realidade e menos da perfeição inalcansável e inexistente, a grande rede de farmácias americana CVS decidiu abolir o uso do Photoshop, FaceTune e outros recursos de edição de imagem a partir de abril deste ano. As imagens de beleza publicadas em seu site, em materiais de marketing, e-mails ou contas das redes sociais não passarão mais por retoques no computador.

A partir da data estipulada todas as imagens de propriedade da CVS conterão uma marca d’água de “marca de beleza” para ajudar os clientes a identificar quais imagens foram retocadas. As marcas que vendem na CVS e decidirem alterar suas próprias imagens precisarão incluir um aviso legal em todos os seus anúncios na loja e on-line.

Na opinião da presidente da rede, Helena Foulkes em entrevista à Refinery29, “Existe uma conexão clara entre imagens corporais irrealistas e efeitos negativos para a saúde, especialmente em meninas e mulheres jovens, por isso estaremos focados na implementação das diretrizes em relação às aparências físicas. Isso significa que o CVS não alterará a forma, o tamanho, a proporção, a pele ou a cor dos olhos de uma pessoa, bem como outras características individuais, como melhorar ou alterar linhas e rugas. Esperamos que esse esforço encoraje autenticidade e transparência para que a beleza signifique alguma coisa. Para que as mulheres se sintam bem e nunca que não são boas o suficiente.”

Outras marcas como Aerie, Missguided e Glossier, assumiram compromissos semelhantes, mas pela primeira uma grande varejista tomou medidas a respeito em direção a uma missão completamente livre do Photoshop. “Como uma empresa comprometida, acima de tudo, com a saúde e o bem-estar de seus clientes, temos a oportunidade de iniciar uma conversa que possa levar a mudanças positivas” completa Foulkes.

Esperando ser uma tendência mundial, vamos aguardar para que a ideia chegue e se espalhe pelo Brasil também.

fonte: Acontecendo Aqui

Para Completar

Projeto determina que fotos de modelos retocadas
Fotografias publicitárias com retoques digitais em modelos deverão vir com a tarja informativa “Fotografia Retocada”. De acordo com o autor, a proposta é uma forma de amenizar o “dano causado pela publicidade que reverencia o culto à magreza excessiva”. Saiba mais: http://bit.ly/2DjC4UR

Dê a sua opinião sobre o PLS 439/2017: http://bit.ly/PLS439-2017 digitalmente devem conter aviso ao consumidor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *