Idéia original é a dupla que a pariu!





– Quero uma idéia original, com uma mídia eficaz e barata. Uma campanha que faça meu produto arrebentar nas vendas – ordenou o cliente ao final do briefing.

Anali, atendimento responsável pela conta, ponderou.

– Se Deus quiser! Mas qual seria a verba?

O cliente rabiscou um número num pedaço de papel.

– Essa aqui.
– Só…
– Se não dá pra fazer, não se preocupe. Eu chamo uma agência menor.
– SÓ falar o prazo, quero dizer.
– Pra anteontem.
– Combinado. Vamos envolver nossa melhor dupla de criação nesse job!

De volta à agência, Anali passou o briefing aos criativos.

– Então, gente. O produto é esse. Bárbaro, né? Gostaram?
– …
– Assim, à vontade pra sugerir, tá? Vocês que mandam. Ai! Quebrei a unha!
– …
– Qualquer dúvida, tô na manicura.

E ali estavam Claudinei e Canudo, a melhor dupla da agência, com um pepino nas mãos e o perfume de Anali impregnado em suas roupas.

– E aí, Canudão. Tem alguma idéia?
– Vou folhear o anuário.
– Boa!

Claudinei e Canudo eram uma dupla de criação premiadíssima. Em poucos anos de carreira, tinham levado tudo. Cannes, Clio, El Ojo, concurso de karaokê. Tudo.

Meia hora depois, a idéia!

– Bicho, olha isso.
– Da hora. Tá pronta a campanha, meu!
– Gostou?
– Dá prêmio, hein! Eu só tiraria essa frase daqui e colocaria ali, ó.
– Boa.
– Pra facilitar na direção de arte. Sacou?

A idéia de Claudinei e Canudo rodou a agência como atração de circo estrangeiro. Sob o entusiasmo dos donos e a inveja das outras duplas.

“Genial!”
“Como é que eu não pensei nisso antes?”
“Esses caras são fogo.”
“É Grand Prix!”

Na semana seguinte, lá estava Anali de volta ao cliente, agora acompanhada do diretor de atendimento da agência, para apresentar a campanha ao diretor de marketing da empresa. Que também estava escoltado por duas assistentes, um supervisor, quatro gerentes de produto, uma estagiária e oito secretárias. Uma pequena platéia para o show.

Antes de mostrar as peças, o diretor de marketing discursou emocionado.

“Eu fiz questão de vir pessoalmente a esta reunião porque tenho certeza de que o trabalho que vocês verão agora entrará para a história da propaganda. Vocês sabem que a nossa agência é conhecida pela originalidade. Nossa personalidade criativa vem rendendo um enorme reconhecimento a nós mesmos e a nossos clientes. E desta vez não foi diferente. Nossa dupla de criação mais premiada pensou, pensou e chegou a esta maravilha de conceito criativo que vocês terão o prazer de ver agora. Bem, a primeira peça da campanha é um spot, que também será usado em ações de carro de som.

“O publicitário apertou o play em seu laptop e assistiu comovido às expressões de admiração dos clientes enquanto ouviam o spot genial de Claudinei e Canudo:

PAMONHAS! PAMONHAS! PAMONHAS!
PAMONHAS DE PIRACICABA!
É O PURO CREME DO MILHO!
EXPERIMENTE!
PAMONHAS! PAMONHAS! PAMONHAS…

A entourage do cliente aplaudiu de pé, exibindo um ar inteligente de quem entendeu tudo. E a campanha foi aprovada de cara, sem ressalvas. Nenhuma dúvida. Exceto um comentário da estagiária.

– Acho que eu já vi isso em algum lugar…

Ninguém deu atenção à moça. Aliás, o estágio dela estava no final mesmo. Sem expectativa de renovação.

Naquela noite, os criativos receberam os parabéns dos donos da agência e um novo aumento no salário. Claudinei, o redator, narrou o sucesso em seu blog. Canudo, diretor de arte, foi dirigindo seu carro importado, com um adesivo da Apple colado no vidro traseiro, fazer uma nova tatuagem.

fonte: Portal da Propaganda
autor: André Gomes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *