Facebook Ads: Veja os erros mais comuns

  1. Facebook Ads




O Socialbakers, empresa de análise de dados sociais, resolveu compilar erros comuns de quem decide utilizar os anúncios do Facebook para promover sua empresa.

Segundo a companhia, até mesmo profissionais da social media ainda cometem erros na hora de comprar os Ads e divulgá-los.

Confira abaixo quais os erros mais comuns e o que fazer para evitá-los.

1 • Segmentação

Não queira abocanhar o mundo – Quando você começa a especificar os critérios para promover sua campanha, o Facebook diz quantas pessoas você irá alcançar. Certifique-se de evitar alvos muito amplos ou limitados demais, sempre considere o seu orçamento e o número de pessoas que você realmente gostaria de alcançar.

Mercados diferentes – Se você quer promover uma mesma campanha para diferentes países, comece a pensar em campanhas multisegmentadas. Lembre-se que cada país tem uma cultura, idioma e costumes.

Achar que sua audiência compartilha seus interesses – Ok, você está com a campanha pronta e está louco para promovê-la no “Face” pensando que todo mundo ama sua marca. Cuidado, nem sempre seus consumidores compartilham seus interesses. Pesquisas de mercado podem ajudar a entender melhor sua audiência e o que ela realmente quer. Além disso, que tal direcionar ads para um público que potencialmente pode comprar seu produto? Experimente.

Base de dados não segmentada – Um bom ad só faz sucesso se for bem direcionado, certo? Bem, não pense que incluir contatos de uma lista enorme de e-mails selecionados sem critério algum irá ajudar sua campanha.

Idade – Segmente seu target pela faixa etária. O consumidor de 16 anos, por exemplo, não quer receber algo direcionado para alguém com 30 anos. São linguagens diferentes.

2 • Orçamento

Budget baixo – Ok, essa é a parte díficil e nem sempre o cliente está disposto a gastar dinheiro com o Facebook, mas economizar nem sempre vale a pena, especialmente quando você quer alcançar uma grande audiência. Utilize um grande orçamento para promover uma campanha segmentada por algumas horas ou alguns dias, até alcançar seu objetivo.

Duração da campanha – Segundo o SocialBakers, é recomendável que você aplique um grande budget numa campanha de período curto, e não aposte em algo grande, que dure vários dias. Tente algo menor, com budget alto e monitore a performance. Lembre-se: você pode pausar ou parar sua campanha se algo não der certo. Não perca dinheiro, nem tempo.

3 • A criatividade do Anúncio

Usar seu logo – Ok, sua campanha está no forno e você quer ilustrá-la. Daí você tem a ideia “genial” de utilizar o logotipo de sua empresa. Entretanto, ninguém além de seus funcionários e você conhece tão bem a tal imagem. Pois é, repense a imagem que irá ilustrar seu Ad, ela precisa ser chamativa.

Imagem que atrapalha seu anúncio – Uma imagem que sobrecarregue seu ad pode acabar com sua campanha. Lembre-se que o tamanho (100 x 72 pixels) é pequeno e algo grande pode tornar a campanha ilegível, além de irritar o internauta.

Não impressionar o público – Lembre-se, sua audiência terá apenas alguns segundos para observar seu ad, além disso, nem sempre é garantido que o anúncio se converterá num like. Você precisa fisgar o público de primeira.

Não seguir as normas de uso de imagem – Pense neste exemplo: seu cliente decide colocar a foto de conteúdo lascivo para chamar atenção para sua empresa. O problema é que ele vende pendrives ou algo do tipo. Péssima ideia, certo? E se ele quiser colocar a imagem de uma celebridade qualquer com o único sentido de ganhar o like de seus possíves clientes. Nada disso será válido para o sucesso de sua campanha ou do negócio de seu cliente. Visite o centro de ajuda do Facebook para anunciantes e tire suas dúvidas. ( Consulte as Diretrizes de Propaganda no Facebook )

Enganar o público – Chamadas chamativas para o Ad de seu cliente pode chamar a atenção do internauta para clicar no Anúncio, mas também fere a política para anunciantes do Facebook. Não engane seu público, além de perder pontos com ele, também poderá sofrer punições do próprio Facebook.

fonte: Adnews

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *