7 tendências que norteiam o futuro da indústria publicitária

Mobile e mídia programática são dois fatores chave na mudança do mercado

  1. 7 tendências que norteiam o futuro da indústria publicitária




Qual o tamanho da publicidade programática? Está prestes a ter a dimensão de impressionantes US$ 20 bilhões.

O segmento, que já foi uma modesta parte da indústria publicitária – a compra e venda automatizada de anúncios digitais – deverá passar dos atuais US$ 10 bilhões para US$ 20 bilhões em 2016, segundo relatório do eMarketer.

Esses são os números e projeções que temos quando empresas como Mondelez International e marcas menores como Newcastle investem mais em digital. A mídia programática vem em diversas formas, inclusive em trocas onde anúncios são adquiridos e vendidos em tempo real como ações, e compras diretas onde anunciantes reservam inventário como nos velhos tempos, só que com tecnologia mais avançada para entrega e mensuração segmentada.

Nos EUA, o investimento em anúncios programáticos deve encerrar o ano com alta de 137%, de acordo com o eMarketer. No ano que vem, a previsão é de que o programmatic no mobile ultrapasse o desktop pela primeira vez. Confira números:

1. Nos EUA, o investimento em anúncios programáticos no mobile atingirá US$ 8,36 bilhões em 2015. O desktop ficara atrás, com US% 6,52 bilhões.

2. Em 2016, o budget destinado a desktop sofrerá uma queda de 3,9%, enquanto o mobile continuará a crescer, com índice de 69,2%.

3. Real time bidding reina agora, contabilizando US$ 9,25 bilhões.

4. Programmatic direto está crescendo mais rápido, no entanto, com aumento de 850% e faturamento de US$ 800 milhões este ano.

5. Em 2016, a mídia programática direta chegará aos US$ 8,57 bilhões, enquanto o real time bidding atingirá US$ 11,84 bilhões.

6. Mercados privados estão crescendo cada vez mais no ecossistema de real time bidding, embora as trocas abertas ainda predominem. Em 2016, trocas abertas terão 72% de participação no segmento de compra programática. Hoje, detém 88%.

7. Em 2016, US$ 3,84 bilhões ou 40% de todos anúncios digitais de vídeo nos EUA serão adquiridos de forma programática.

fonte: ProXXIma / Adweek

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *