100 Casos de marketing em redes sociais – Cenário brasileiro 2006-2014

  1. 100 Casos de marketing em redes sociais - Cenário brasileiro 2006-2014




Tendo em vista o atual cenário midiático no qual se destacam como ferramentas comunicativas os sites de redes sociais (SRS) e o crescente interesse de marcas e empresas por se apropriar desses ambientes digitais como forma de aproximação com seu público, este projeto criado pela ESPM Media Lab, tem como objetivo mapear e categorizar casos nacionais de marketing em SRS em diversos segmentos.

Com o levantamento de ações e de práticas comunicacionais que algumas empresas vêm experimentando dentro dessas redes esperamos que os casos apresentados possam contribuir para um melhor planejamento das estratégias de comunicação das empresas e instituições variadas que recorram aos sites de redes sociais (SRS), além de sistematizar um conhecimento que é disperso e ainda em formação, com a finalidade de enriquecer, assim, tanto os debates acadêmicos quanto as práticas de comunicação do mercado.

O ESPM Media Lab com esse estudo contínuo pretende fomentar a cultura digital e que esse mapeamento permita que os profissionais da área, professores e nossa comunidade de alunos possam ter de maneira organizada o histórico das ações de marketing em sites de redes sociais (SRS) como ferramenta de estudo, trabalho e difusão do conhecimento.

Gráficos dos resultados da pesquisa > Acesse

Lista completa 100 casos em SRS > Acesse

Resumo, metodologia de trabalho e algumas reflexões (in)conclusivas sobre o estudo > Acesse

Artigo > Acesse

Sobre o ESPM Media Lab

É um laboratório de pesquisas em mídias, entretenimento, design e intervenções artísticas (M.E.D.I.A). Implementado em São Paulo em agosto de 2011, tem como principal objetivo contribuir de forma relevante para o mapeamento e análise das principais transformações que ocorrem no campo das relações sociais, da comunicação e do consumo, em um contexto brasileiro, sensível à emergência e ao incremento da cultura digital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *