10 tendências para ficarmos de olho

O mundo muda tão rápido que, muitas vezes, precisamos nos concentrar e tentar colocar um pouco de ordem nesta avalanche de novidades. Foi pensando nisso que, outro dia, ao ler a cobertura da Revista Info sobre o evento InfoTrends (ocorrido em São Paulo nos dias 17 e 18 de Junho), testemunhei um importante resumo do que se pode chamar de tendências relevantes. Pensadores com o Chris Anderson (Wired.com) e Jimmy Wales (Wikipedia.org, foto), listaram 10 tendências que marcam desde uma nova revolução industrial até o fim do mercado editorial como entendemos hoje. Trouxe um resumo de cada uma delas para você ficar por dentro dos rumos que estamos tomando:

1. A terceira Revolução Industrial: segundo Chris Anderson, criar e produzir são hoje quase a mesma coisa. Com a criação de TechShops (locais onde você paga uma mensalidade e pode ter acesso à ferramentas de última geração) e a contratação de unidades fabris chinesas à distância pela web, você pode ter uma fábrica trabalhando em seu protótipo logo após tê-lo criado. É um mundo perfeito para empreendedores.

2. Conteúdo de nicho: A informação criada e mantida pelos consumidores tem cada vez mais força e tem contornos cada vez mais variados. Dos Foruns de fãs de séries de TV às plataformas de compartilhamento de conteúdo de ativistas ambientais, a demanda por informação cada vez mais específica só aumenta.

3. 3D em casa: a tecnologia 3D chega aos lares e promete firmar-se como opção de entretenimento.

4. Propaganda em todos os canais: quem quer anunciar para o público atual precisa pensar em como a mensagem será adaptada para TV, revistas, games, cinema, web e celulares.

5. Ipad e papel: apesar de alardeado como o sucessor da mídia tradicional, os tablets como iPad conviverão de forma complementar com o conteúdo tradicional. Mas o mercado para ebooks cresce, com certeza.

6. Realidade aumentada: aplicações diversificadas começaram a surgir. O departamento de Correios americano, por exemplo, já utiliza para exemplificar as caixas que seus clientes podem utilizar.

7. O Megafone das Mídias Sociais: empresas devem ficar atentas a sua entrada nas redes sociais, uma vez que hoje o monopólio do discurso não está mais em suas mãos. Cada usuário é uma multidão, com megafone na mão.

8. Todo poder à Classe C: Lan Houses, acesso mais barato e computadores disponíveis levaram a Classe C a invadir a internet. Eles consomem conteúdo, compram em sites de e-commerce e representam a massa crítica da web brasileira.

9. O Eleitor Digital: Vamos viver a primeira eleição majoritária com internet liberada para campanha. Isso vai mudar o cenário das coisas.

10. Aplicativos para celular: funcionam e tendem a crescer muito. O segredo do sucesso? Utilidade.

Agora eu proponho aos meus leitores e seguidores um desafio: qual destas tendências vocês acham que ficará mais em evidência este ano aqui no Brasil?

fonte: http://blogdalu.magazineluiza.com.br

Um comentário

  1. É verdade, mas além da concentração para nos organizar melhor, é preciso para utilizar um metodo – para mim – infalível – ANOTAR TUDO, TUDINHO.
    Essas mundanças tecnologicas afetam nossa memória, pensamos menos, ficamos mais destraídos, desatentos. As novidades são boas claros !!! o problema é absorver tudo isso sem deixar as coisas importantes de lado…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *