10 exemplos de realidade aumentada em lojas

  1. 10 exemplos de realidade aumentada em lojas




Das vitrines aos produtos que ganham vida na sua mão; o mundo da realidade aumentada e do varejo se colidiram absurdamente nos últimos anos.

O cenário do varejo está a cada dia mais concorrido, os clientes estão se tornando insensíveis aos métodos tradicionais de marketing. É aí que a realidade aumentada entra. Como os consumidores mudaram sua forma de consumir misturando on-line, smartphones, tijolos e argamassa, marcas e varejistas se viram obrigadas a pensar em novas e inovadoras maneiras para conseguir a atenção do cliente

A realidade aumentada – ou AR – tem o poder de trazer uma imagem, etiqueta do produto ou até mesmo uma vitrine para a vida. Os clientes podem ver as marcas e seu estoque de uma maneira nova e se envolver com eles em um nível completamente novo.

É criativo, inovador, e ele funciona. Vamos dar uma olhada em 10 exemplos inovadores de AR no varejo:

Topshop Virtual Reality Experience

Provar uma roupa no vestiário pode ser tarefa bem difícil para alguns consumidores, especialmente aqueles com muita pressa. E foi por isso que a Topshop em parceria com a Kinect criaram os provadores em AR. Isso permitiu que os clientes experimentassem as roupas de maneira fácil e rápida. eles também fizeram o mesmo no desfile da Semana de Moda em Londres – 2014

2. Shisedio Espelho para Maquiagem

Muitas mulheres lutam para encontrar os tons certos de maquiagem ou quer saber como as coisas vão olhar antes de se comprometer com uma compra. O espelho de maquiagem realidade aumentada da Shiseido leva uma imagem do rosto de um cliente, antes de mostrar-lhes o que os mais recentes produtos cosméticos olhará como em seu rosto.

3. American Apparel App para Mudança de Cor

American Apparel é conhecida por suas coleções super coloridas, então se voltaram para a realidade aumentada e criaram um aplicativo que facilitava seus clientes a encontrar a cor perfeita do produto. Para saber mais detalhes deste aplicativo, clique aqui.

4. Forevermark Fitting

Os diamantes podem ser os melhores amigos de uma garota, mas escolher o anel certo pode ser uma tarefa difícil. É aí que a “Forevermark Fitting” entra. O aplicativo permite que os compradores tenham contato com toda sua coleção de produtos e através da webcam ver como ficaria as peças em si mesmos.

5. IKEA Catalogue RA

No verão de 2013, a IKEA lançou seu catálogo de realidade aumentada que permitia a seus compradores visualizar como certas peças de mobiliário ficaria dentro de suas casas. Não só isso, o aplicativo ainda possibilitava que o comprador tivesse uma idéia do tamanho real do móvel dentro da sala.

6. Sayduck Visualizador de Móveis

Sayduck também lançou um aplicativo móvel semelhante que ajuda os usuários a visualizar como fica certos produtos e acessórios na casa do compradror. O aplicativo AR exibe itens em tamanho real, projetando uma réplica visual, e ainda permite reposicionar os itens.

7. IBM App

A pesquisa feita pela IBM mostrou que 58% dos consumidores querem obter informações sobre um produto loja antes de uma compra, e que 19% dos clientes vão se utilizam dos dispositivos móveis enquanto fazem suas compras. Para atender de alguma forma essa necessidade a IBM lançou seu app AR. Como um personal shopper, ele usa a tecnologia de realidade aumentada para fornecer aos clientes informações personalizadas enquanto transitam por entre as prateleiras da loja.

8. Converse Shoe Sampler

O aplicativo para iPhone Converse Sampler usa realidade aumentada para permitir que os clientes possam experimentar virtualmente seus produtos. Os clientes simplesmente selecionam um sapato do catálogo do aplicativo para vê-lo aparecer em seu pé. Os clientes podem ainda comprar diretamente completa pelo app, o que que significa que eles não precisam sair de suas casas.

9. Burberry Beauty Box

Outro exemplo de beleza é a loja Burberry Beauty Box, em Covent Garden – Londres. Eles também utilizam a realidade aumentada de maneiras bem criativas. Dentro desta loja existe um “bar” onde os clientes já podem ver qual é seu tom de pele, as cores que ficam bem para este tom e logo a diante um display que já permite que você simule como certos esmaltes ficam em suas unhas.

10. Moosejaw X-Ray App

Moosejaw X-Ray App from Gary Wohlfeill on Vimeo.

No exemplo final temos o o X-Ray Moosejaw App. A empresa de vestuário permite que os clientes possam ver muito mais (ou menos dependendo da maneira que você olha para ele!) que os suéteres e jaquetas usado pelos modelos. Basta digitalizar os modelos com um smartphone, e a realidade aumentada faz sua parte, despindo os modelos.

Como podemos ver, em seguida, há toda uma série de exemplos de realidade aumentada que o varejo está usando para aumentar suas vendas e principalmente proporcionar ao comprador maior engajamento com sua marca. Se é para vender um produto ou simplesmente se divertir um pouco, a realidade aumentada é algo que as empresas varejistas (e não só elas) precisam ficar atentas.

autor: Clare Evans
fonte: Creative Guerrilla Marketing
tradução: Iris Freitas Duarte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *