Quais são os erros mais comuns no desenvolvimento de um site?

  1. Quais são os erros mais comuns no desenvolvimento de um site?




Existem algumas áreas da vida onde os erros podem ser evitados, e isso é bem verdade quando se trata de operar um site na web. Você certamente pode aprender com os próprios erros quando dispõe de um site, mas, se fizer a lição de casa, poderá evitá-los por completo. Sendo assim, quais seriam alguns os erros mais comuns em sites, e como fugir deles?

Planejamento

Talvez o componente principal do crescente sucesso de um site seja o marketing de conteúdo. Conteúdo original de qualidade é fundamental para a construção da audiência de um site, estabelecendo credibilidade e autoridade na área escolhida, e com isso melhorando o ranking em um motor de busca, como o Google.

Não presuma que páginas longas são melhores

Seu texto deve ser bem escrito, e exibido em “trechos” fáceis de ler e entender. Você pode até mesmo dividir o conteúdo em itens ou intertítulos, que podem ser alocados em páginas próprias para cada tipo de conteúdo. É importante compreender que, em última instância, muitos leitores apenas irão rolar a página, portanto, não subestime a importância de subtítulos e itemizações.

Não concentre a estratégia em produtos ou serviços

O que torna seu site (e, por extensão, você e/ou sua empresa) únicos? Preste atenção ao branding, e não tenha medo de injetar sua personalidade em sua identidade na web. Possui uma empresa ou filosofia pessoal, ou uma razão específica que ensejou a oferta de produtos ou serviços? A personalização contribui para uma experiência muito mais exclusiva para o consumidor.

Não se esqueça que você precisa de um “call-to-action” claro e eficiente

Seja uma compra, uma notícia ou uma assinatura, é preciso incentivar os usuários a seguirem para a próxima etapa no seu site. O design e o conteúdo podem ter captado o interesse os fazendo chegar até seu site, mas ainda assim se faz necessário adicionar uma progressão para o próximo nível de interação, incluindo uma chamada decisiva para a ação – conhecido como “call-to-action” – um passo simples e direto para seu relacionamento com o usuário.

Não use slideshows se quiser que sua homepage funcione

Slideshows podem ser esteticamente agradáveis, mas é só, por serem ineficientes para comunicar uma mensagem. A informação certamente estará lá, mas não assuma que o usuário continuará navegando pelos slides no momento que a página carregar. Ele pode começar a vê-lo, só para ver o movimento do slideshow para o próximo slide. Mas está longe de ser uma certeza que o usuário tentará voltar e ler o item, após o carregamento da homepage, por isso é melhor não optar por esse método de exibição de informações na “capa” do seu site.

Não escreva para todos os públicos

Aqui reza uma regra básica do bom conteúdo para a web: um texto bem trabalhado deve ser destinado a um mercado específico, logo, tentar escrever algo que é destinado a 100% de todos os usuários que navegam pelo seu site pode resultar em uma mensagem que é desfocada e sem graça. Dica: escreva o seu conteúdo especificamente para aquele menor número de visitantes que são susceptíveis a fazer conversões no seu site. Uma mensagem que é dirigida a seu grupo de nicho especifico é muito mais propensa a resultar em uma maior taxa de conversão.

Não esqueça de manter atualizados nome, endereço e telefone

É um passo bastante simples, e ainda assim pode ser facilmente esquecido. A sua empresa ou quaisquer departamentos internos sofreram uma mudança de nome? Você já se mudou para um novo local ou alterou os números de telefone? Seus contatos devem estar claramente visíveis e atualizados, uma vez que é muito fácil perder um cliente para sempre.

Não subestime a importância do blog do seu site

O blog de um site é parte integrante – e, porque não dizer, muitas vezes decisiva – do sucesso da sua estratégia na Internet. Um blog é o lugar onde é possivel personalizar o site e, portanto, se diferenciar da concorrencia. É onde você pode adicionar conteúdo novo e interessante que interessa a seus leads potenciais de forma tal que uma plataforma de comércio eletrônico simples não poderia; seu blog deve possuir atualizações regulares programadas, com conteúdo relevante e bem escrito. Muitos sites terceirizam a parte operacional do blog, portanto, caso você não se sinta capaz de produzir um blog interessante, considere encomendar a tarefa a um profissional. Essa pessoa será capaz de criar manchetes e títulos envolventes, com artigo escrito utilizando SEO, e ainda assim ser agradável e promocional (mas não muito promocional – um blog é diferente de um conteúdo pago).

Nem sequer pense em iniciar um site sem SEO

Seu site está lindo, é fácil de navegar e contribui para uma experiência de navegação altamente prazerosa. Mas nada disso valerá se você não tiver considerado o SEO (abreviação da sigla que em inglês significa “otimização para mecanismos de busca”) no design do site: é provável que seu belo site fique à deriva nos vastos mares da Internet. É preciso ter em mente que uma estratégia de SEO deve levar em conta o design do site desde o início. Um especialista em SEO será capaz de ajudá-lo a tornar seu site o mais amigável possível aos mecanismos de busca, bem como refletir isso no próprio design. Pense em SEO como sendo o fundamento do seu site, e não o telhado que voce arruma depois.

fonte: Lifehack
tradução: Laura Lopes

Postado em:

Um Comentário

  1. Artigo conciso, mas sobretudo muito completo. Na minha opinião, é capaz de resumir todos os pontos essenciais para começar em grande na Internet. Depois do arranque é preciso estar atento às novidades e ir adequando a estratégia. Gostei principalmente da referência (muito importante) ao SEO. Parabéns!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *