Oportunidades de mercado e a diferenciação da concorrência em Marketing

Definir objetivos é mais fácil ao se conhecer a capacidade produtiva da organização, já que ao trabalhar com a força máxima há um risco muito maior de não se atender à demanda do mercado, ou então produzir além do necessário, mas muitas empresas acham que podem atender ao planeta e elaboram estratégias desmedidas e sem conhecimento dos riscos envolvidos.

A experiência de uma organização no mercado revela que os riscos envolvidos em cada decisão são iguais, caso a empresa tome a atitude de agir poderá ter a reação de seus concorrentes, caso deixe a ação para mais tarde pode encontrar um mercado já conquistado pela concorrência que agiu rapidamente.

Então as oportunidades apresentadas acabam por trazer necessidades de estudos e pesquisas, já que sem os fornecedores, e sua capacidade de atender aos pedidos, não há como produzir, outro ponto é a produção efetiva, pois podem existir gargalos que limitam o trabalho da organização, pois nem sempre existe um fluxo contínuo nas linhas, além de ter espaço para estocar, se necessário, e da distribuição que deve contar com uma estrutura física e condições reais de entrega.

Também é evidente que sem o desejo do consumidor não há motivo para produzir, mas muitas organizações não acompanham o ciclo de vida do mercado e dos produtos, tomam decisões com base em dados que levam a acreditar que todas as pessoas do planeta podem desejar seus produtos e com isso tomam decisões precipitadas.

Mas ainda assim é necessário saber que o produto em si pode não ser o principal item, já que o relacionamento traz vantagens maiores ao longo do tempo, e apenas as maiores organizações conseguem estabelecer um equilíbrio entre os desejos dos clientes e o que oferecem.

Ainda assim os diferenciais podem ser oferecidos para atender aos desejos dos consumidores, mas atualmente os produtos estão praticamente iguais e o número de concorrentes aumenta a cada dia.

Talvez as empresas ainda não tenham entendido que existem padrões que podem ser mantidos, mas que o consumidor tem preferência por diferenciais que sejam úteis e desfrutados diariamente.

autor:
Rafael Mauricio Menshhein
fonte: Rmm Marketing

Posted in:

Um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *