O impacto do aspecto humano dos vídeos na comunicação interna e externa das empresas

  1. O impacto do aspecto humano dos vídeos na comunicação interna e externa das empresas




Negócios não transmitem emoções. Nem produtos. Mas pessoas, sim. E é por isso que o vídeo é uma ferramenta de negócios tão potente. De acordo com Susan Weinschenk, renomada psicóloga e conhecida como a ‘Brain Lady’, existem quatro razões que nos fazem assistir e ouvir pessoas em vídeos:

– O giro fusiforme, uma parte do cérebro que se torna ativa quando olhamos para rostos, nos faz prestar atenção. Ele parece utilizar o rosto como um ponto de encontro para informações e muito mais. Quando vemos o rosto de alguém, nós processamos a informação emocional de uma maneira mais profunda.

– A voz transmite informações ricas. Claro que você pode alterar o seu tom em uma comunicação de áudio simples para transmitir informações e emoções diferentes, mas quando está comunicação é feita por vídeo, ela é amplificada com o movimento, gestos e expressões faciais.

– Emoções e sentimentos são contagiantes. Eles produzem uma reação e proporcionam impacto.

– Movimentos chamam a atenção. Trata-se de um instinto básico humano prestar atenção aos movimentos em nossa linha de visão periférica.

Existem muitas evidências que indicam que a reprodução de vídeo estimula os sentidos, ajudando na concentração. Expressões faciais, voz e tons, linguagem corporal, emoções, contato visual, gestos, áudio e movimento – são aspectos que melhoram as conexões e o engajamento e podem ser usados ??com grande efeito por parte das empresas, tanto interna como externamente.

Apesar de todos estes benefícios, a maioria das empresas não os consideram quando implementam suas estratégias de vídeo e medem os benefícios pelo ROI.

O fato é que a reprodução de vídeo oferece uma dimensão mais ampla, podendo ser usada para aumentar o engajamento e a interação do espectador, por exemplo, adicionando publicidade ou links que direcionam para informações complementares.

Vídeos ajudam a formar conexões mais fortes e garantir mais confiança entre os empregados, além de ajudar as marcas a criarem fortes conexões emocionais com os consumidores existentes e potenciais.

Vamos a alguns exemplos sobre como a comunicação em vídeo com “toque humano” é capaz de adicionar valor às organizações e o que faz do vídeo algo tão efetivo.

No mundo dos negócios, vídeos de pessoas que são indiscutivelmente associadas a alguma marca não apenas fazem estas marcas mais autênticas, mas também mais humanas: por exemplo, Richard Branson e a Virgin, Tim Cook e a Apple. Independentemente se são boas ou más notícias, pronunciamentos visionários, lançamentos de produtos ou histórias de clientes, vídeos de embaixadores da marca ajudam a trazê-la para a vida e torná-la mais autêntica.

Enquanto o vídeo é um ótimo caminho para executivos seniores como Branson para se comunicar com seus colaboradores, parceiros e clientes, ele também é ideal para ajudar a identificar e promover mais talentos juniores em uma organização. Isto beneficia tanto o indivíduo quanto a organização. Para pessoas que possuem o dom de estarem em frente às câmeras, aparecer em vídeos os torna instantaneamente mais acessíveis e reconhecíveis.

Aparecer em um vídeo de negócios pode levar a maiores oportunidades dentro da organização, bem como oportunidades adicionais, como convites para falar em conferências e outros eventos do setor.

O vídeo também desempenha um papel importante na ligação da equipe, ajudando a reunir grupos geograficamente dispersos que trabalham em diferentes fusos horários e que, de outra maneira, não teriam o senso de pertencimento. Utilizar vídeos para comunicações da equipe ajuda a construir relações entre os membros remotos da equipe de uma forma que e-mails e chamadas de conferência não conseguem.

Para finalizar, os aspectos humanos e pessoais do vídeo são o coração do que faz isso ser uma ferramenta de negócios tão efetiva. Sim, existem diversas maneiras de mensurar o ROI dos vídeos, mas é muito importante não ignorar as formas que não parecem tão claras, benefícios mais sutis que não vai aparecer nos gráficos de ROI.

Se você está pensando em construir laços mais fortes entre os membros da equipe, acrescentar o “toque humano” em seus vídeos pode ajudar os seus funcionários e sua organização nessa jornada.

autora: Michal Tsur
fonte: Propmark

Postado em:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *