Hora de renovar o site





A mudança eficiente une bom visual, atualização rápida, informação de fácil acesso e estrategicamente posicionada

Já foi o tempo em que a internet era um ambiente onde as ações aconteciam mais por curiosidade dos usuários do que por estratégia das empresas. E a recente história brasileira de realizações na web conta com ótimos exemplos de sucesso. No entanto, apesar da rapidez com que o espaço virtual vem sendo explorado e o número de ferramentas disponíveis aumentado, muitas marcas ainda utilizam a web de maneira precária.

Na maioria das vezes, por desconhecimento das possibilidades que o universo virtual pode oferecer, ou por não entender a importância da necessidade de renovação periódica, acabam amargando a frustração de ter seus sites acessados uma única vez.

A internet, mais do que qualquer outra mídia, tem a possibilidade de atuar como termômetro, em tempo real, das expectativas do cliente. A Packaging Brands, empresa de gestão de marcas, renovou recentemente o site da Ancar Ivanhoé, uma importante companhia do mercado de gestão de shopping centers. A implantação de um sistema de gerenciamento de conteúdo proporcionou maior agilidade na publicação de informações e velocidade na comunicação com os shoppings administrados, seus parceiros e colaboradores.

Em poucos minutos, os responsáveis pelo site podem incluir informações relevantes que serão visualizadas imediatamente. “Enxergar a internet como ferramenta altamente flexível é fundamental para determinar quando agir. Uma empresa que se proponha a trabalhar com o meio digital deve compreender e utilizar esses sinalizadores para adquirir a sensibilidade de oferecer soluções compatíveis aos seus clientes na hora em que realmente irão fazer a diferença e causar relevância”, analisa Alex Albuquerque, gerente de mídia da Packaging Brands.

Com a reformulação, a Ancar Ivanhoé espera melhorar a qualidade do relacionamento com os parceiros e clientes e ainda gerar novos negócios. “O layout ficou mais moderno, dinâmico, colorido. Colocamos as notícias importantes na primeira página, evitando um número enorme de cliques para o usuário achar o que procura. Tornou-se mais funcional do que o antigo. Inserimos fotos, inclusive com vista de 360º dos shoppings que administramos”, avalia Vera Ribeiro, gerente de marketing corporativo e novos negócios.

Mudanças criteriosas

Os motivos que levam à revisão do projeto de um site podem ser vários e incluem desde a troca da identidade visual, aumento de serviços oferecidos a mudanças de tecnologia. “Tudo é feito para facilitar a vida do internauta. Ele dita as regras do jogo; e se não estiver satisfeito, migra para outro.

Um bom exemplo é a telefonia estatal, a qual éramos obrigados a aceitar com todas as suas limitações e problemas. Com a chegada das empresas privadas, hoje escolhemos a operadora que nos oferece mais vantagens”, explica Fabiano Vidal, designer e especialista em soluções tecnológicas, da HVidal Criação. “Em internet, uma solução que ontem foi perfeita hoje pode não funcionar e essa percepção é muito importante para uma tomada de decisão”, acrescenta.

Um dos sinais de que é hora de repensar o site é a queda do número de visitas semanais. “Corresponde a 90% da decisão de rever o projeto. E é possível checar esses ‘sinais vitais’, já que os próprios servidores oferecem gráficos que verificam a visitação, além de relatórios que analisam a ação do e-mail marketing e detectam, por exemplo, pessoas que estão se descadastrando”, conta.

Existem fatores primordiais a serem considerados no momento de se repensar, ou mesmo criar, o projeto de um site: a arquitetura da informação, que une a usabilidade e a navegação, um visual lindo e leve, a atualização rápida, a possibilidade de mudar informações na home com dinamismo. “Essa arquitetura envolve saber onde a informação vai ficar no site – isso é visão de marketing. O designer precisa inovar, não só na aparência, mas se preocupar com a navegação, a arquitetura e a tecnologia”, aponta o designer.

Inovação de linguagem

“As marcas buscam constantemente se reinventar para responder à necessidade de renovação demandada pelo consumidor. Nos meios digitais, essa atualização é ainda mais urgente. A expectativa de atualização em tempo real é ainda maior. Um site desatualizado depõe contra o posicionamento de qualquer marca”, afirma Raphael Vasconcellos, diretor-executivo de criação da AgênciaClick, maior agência de interatividade do Brasil.

Quem acessar o endereço www.brastemp.com.br em busca do eletrodoméstico ideal para o seu estilo encontrará ‘produtos personagens’, que se apresentam aos visitantes em textos escritos na primeira pessoa. Em vez dos tradicionais descritivos, cada eletrodoméstico ‘conversa’ com o consumidor e estimula a sua identificação de maneira lúdica e irreverente.

Também é possível acessar o blog, fazer comentários e tirar dúvidas sobre os produtos em tempo real. Criado e desenvolvido pela AgênciaClick, será atualizado periodicamente para atender a diferentes perfis de público. Com isso, a cor do fundo do site e os destaques da primeira página serão alterados para agradar aos internautas de acordo com distintas preferências.

Cada empresa, uma sentença

As necessidades de cada negócio são diferentes. Em algumas empresas, por exemplo, torna-se importante a disponibilização de ferramentas, como newsletter, orçamento on-line, busca, área restrita, chat e e-commerce (loja virtual). A construtora Carioca Engenharia aprimorou o site em função da nova identidade visual – de cartão de visita virtual, passou a atender às necessidades de clientes e fornecedores. “Antigamente, as empresas costumavam utilizar sites para simplesmente mostrar sua existência.

A integração de serviços fez com que a internet fosse considerada o ambiente mais importante de divulgação, tanto institucional como em itens de negócios”, avalia a designer Alessandra Clark, criadora do projeto. Na modernização do site da Factoria Comunicação, assessoria de imprensa que atua principalmente nas áreas de cultura, entretenimento e arte, cujos clientes são artistas, entre eles, Marisa Monte, Marco Nanini, João Gilberto e Claudia Raia, foi necessário imprimir maior velocidade.

Como é direcionado a jornalistas, uma nova ferramenta de gestão de conteúdo foi criada com arquivos divididos em resumo, release e fotos, atualizados dentro da própria empresa, e preview. “Buscar as necessidades do cliente é fundamental, porém o mais importante é saber selecionar essas informações. A partir daí, é propor as soluções que superem a expectativa”, fala Alexandre Nogueira, sócio-gerente da Inter Arts, que desenvolveu o projeto para o site.

autor: Pedro Martins da Silva
fonte:

Postado em:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *