Geração X é a que mais consome, revela pesquisa





Qualquer empresa deseja se comunicar diretamente com seu consumidor e, na era digital, o conceito de público alvo é cada vez mais complexo. Nesse momento, muito se fala na geração dos millennials, mas, de acordo com a pesquisa “O X da Questão”, realizada pelo Grupo Abril, a Geração X ainda é aquela que mais consome.

A pesquisa, apresentada hoje, em São Paulo, traz um olhar inédito sobre a Geração X, que representa as pessoas que têm idade aproximadamente entre 35 e 54 anos. O conteúdo foi construído a partir de um levantamento que contou com duas mil respostas, um estudo neurocientífico, além de uma compilação de informações de mercado sobre essa geração que é a que paga a conta na atualidade.

A Geração X representa hoje ¼ da população e é responsável por mais da metade da renda gerada no país. Comparada aos millennials, cuja faixa etária vai de 20 a 34 anos, a renda da Geração X é 56% superior, de acordo com as informações do Dynamic Big Data (fruto da parceria entre Abril e Neoway), que possui informações de renda estimada de mais de 48 milhões de brasileiros com vínculo empregatício.

O potencial da Geração X vai além da renda. A pesquisa traz também informações sobre consumo, influência, empreendedorismo e, inclusive, presença digital. Por exemplo, a idade média dos compradores de e-commerce é de 43 anos, e sete em cada dez compras são realizadas por pessoas acima dos 35 (de acordo com relatório eBit Webshoppers). A Geração X também é a que mais consome uma série de conteúdos online, como os sites de notícias, finanças e automotivos, segundo dados da comScore.

Walter Longo, presidente do grupo Abril, fez a primeira palestra do evento falando do conceito da pesquisa. “A Geração X é a que mais consome e tem mais propensão a se fidelizar a marcas e produtos. Apesar disso, há uma verdadeira obsessão de muitas empresas em focar sua comunicação exclusivamente nos millennials”. Ele completou sua fala citando a importância do estudo realizado pela editora. “A Abril sempre trouxe para o mercado informações relevantes para aumentar sua eficiência. Sempre trabalhamos com targets pré-definidos e por isso temos públicos muito diversos. Temos, por exemplo, adolescentes que acessam o site da Capricho (maior site teen do mundo) e pessoas que leem SAÚDE para se informar sobre um determinado tema. Esse profundo conhecimento do público continua guiando nosso negócio e estamos dividindo isso com o mercado através dessas pesquisas e estudos proprietários”, finalizou.

Em sua fala, Mauricio Panfilo, head de pesquisa e inteligência de mercado da Abril, mostrou 10 formas de atingir corretamente o público da Geração X. “De fato existe um gap da comunicação do mercado que fala de uma forma mais direta com os millennials e deixa de lado um público que consume mais, que tem maior renda e acaba influenciando mais o consumo. Exploramos questões de representatividade, importância de trabalhar mais os conceitos dos produtos. Nossa ideia é trazer essa discussão para o mercado com dados que comprovam que a Geração X precisa de mais foco”, disse Mauricio.

fonte: Adnews

Para Completar

A geração X foi esquecida pelo marketing, mas não deveria // e pensar que ontem mesmo estava batendo um papo com um colega sobre isso.
Como conversar com a geração X (e conquistá-la)

Postado em:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *