Brindes e promoções ajudam as vendas no Dia das Mães





Lojistas preparam ofertas para a segunda data que mais vende no ano. Clientes não têm um período longo para as compras e o empresário deve reforçar suas ações de marketing, como promoções e divulgações no início do mês de maio

Os grandes e pequenos empresários já estão definindo as suas estratégias para o Dia Das Mães, que é a segunda melhor data para o varejo. Só fica atrás do Natal. Nessa busca de clientes vale tudo e como a data é essencialmente afetiva, os apelos emocionais funcionam e são bem utilizados, como os cartões, as embalagens diferenciadas além dos brindes e promoções.

Comemorada no segundo domingo de maio, que neste ano cai no dia 13, a data cria grande expectativa no comércio.
“A média das vendas em maio é 8% maior do que a dos outros meses do primeiro semestre, por causa da data comemorativa”, explica Kelly Carvalho, assessora econômica da Federação do Comércio do Estado de São Paulo (Fecomércio). Mas, para este ano, as projeções são de um crescimento menor do que o de 2006.

“Um dos motivos é que 58% dos consumidores estão endividados, e destes, 41 % estão inadimplentes”, observa Kelly.
Ela explica que nessa época o empresário, no comércio em geral, realiza alguma promoção, pois tem consciência de que o consumidor está comprometido e por isso fornece diversas formas de pagamento como parcelamentos no cartão ou algum desconto.

No ano passado, o comércio em geral apresentou um crescimento de 2,3% nas vendas no Dia das Mães em relação a 2005.
A área de vestuário é uma das mais beneficiadas. Uma sondagem realizada pela Fecomércio revelou que no mês de maio as vendas no setor
crescem cerca de 44% em relação ao mês anterio

Planejamento
Os pequenos e microempresários também podem ter bons lucros com as vendas dirigidas para a comemoração da data. Segundo Júlio Alencar, consultor especialista em produção do Sebrae-SP, a principal condição para se ter lucros numa data comemorativa é um planejamento prévio. “O clima de festividade e os fatores emotivos ampliam as vendas, mas para que isso aconteça é necessário um planejamento prévio”, explica. “É importante ter uma visão do que se quer e planejar de acordo com o mercado para
prever as vendas.”

Alencar diz que é bom ter controle financeiro e traçar uma meta que seja alcançável. “É preciso conhecer a capacidade do seu negócio para poder atingira meta desejada”. Outro ponto importante é o controle do estoque. “Estoque é dinheiro. Não adianta comprar muito e não ter onde estocar e vice-versa.”

Marketing
Gustavo Carrer, consultor de Marketing do Sebrae-SP, explica que diferente do Natal, essa data não tem um período longo para as compras e o empresário deve reforçar suas ações de marketing, como promoções e divulgações, nos dois finais de semana que antecedem a data. “O primeiro final de semana que antecede o Dia das Mães é de muita pesquisa para que as compras
sejam feitas depois”, conta Carrer.

O consultor afirma que uma promoção especial pode ser feita com produtos que tenham um histórico de vendas nesta data. Quanto a uma decoração característica, ele explica que um merchandising temático para um período curto, nem sempre é viável. “Colocar cartazes, banners ou dar uma surpresa ao cliente pode causar um impacto maior que a decoração.”

fonte: Sebrae

Postado em:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *