As Marcas e o Marketing

A marca é um dos ativos mais importantes de um produto, determinando claramente quais atributos estão inseridos, seja em um produto ou serviço, para que o seu público-alvo perceba o que está por adquirir, é uma forma de manter na mente das pessoas, market share, uma posição amplamente destacada e que é referência quando há necessidade de comparação entre produtos e serviço disponíveis no mercado.

Tratar as marcas da maneira correta é saber que todo o esforço para fixá-las na mente do consumidor é resultado de estudos elaborados e coletados perante a opinião dos mesmos, gerando uma parceria entre empresa e consumidor, cuidando dos interesses de ambos e que a proposta do posicionamento do produto será mantido na mente do consumidor.

Cada vez mais as marcas tomam conta do mercado, são fáceis de lembrar, possuem um desenho que pode ser facilmente decorado por qualquer pessoa, pois o impacto gerado por uma marca que não remete a nada é fatal, por isso é necessário estar pronto para atualizar ou revitalizar uma marca no mercado, procurar tendências que flutuam com o tempo e geram a necessidade de mais esforços em campanhas de Marketing no mercado mundial.

Conhecer os motivos que levam as pessoas a guardar a na mente os símbolos, que representam as marcas, é estudar freqüentemente o público, conhecer muito bem o andamento dos desejos e necessidades do consumidor e dar-lhe o produto correto, exaltando todas as características contidas na mente do consumidor, uma vez que hoje falar em qualidade não é mais necessário, porque todos os produtos devem tê-la, caso contrário, estão fadados a morrer dentro do mercado competitivo atual.Marca

Com a globalização a exposição das marcas tornou-se muito ampla, a diversidade de canais disponíveis ganha importância maior e o destaque que a empresa possui é mais um fator a ser olhado com cuidado, pois marcas são valorizadas quando tudo está corretamente bem, não há problemas com produtos e a associação, das marcas, é feita com algo bom, por isso deve-se tomar muito cuidado ao vincular uma marca a alguém que possa tomar posturas inimaginadas anteriormente, prejudicando a empresa e sua imagem, levando consigo a marca.

A velocidade com que são conhecidas as marcas hoje influenciam diretamente nas estratégias que devem ser seguidas, o planejamento torna-se muito mais importante, destacar as características dos produtos através de sua marca é levar o consumidor a imaginar, ao entrar em contato com a marca, tudo o que o consumidor sempre desejou e não foi atendido.

As pesquisas voltadas para o desenvolvimento de produtos devem estar em sintonia com a marca, não há como comprar produtos que trazem consigo o posicionamento de melhor e deparar-se com algo inferior, por isso é importante ter um departamento de Marketing envolvido com toda a organização, pois todos estão no mesmo barco e devem objetivar um ponto em comum, o sucesso.

Muitas marcas são associadas ao estilo de vida de seu público-alvo, são criadas para que estejam relacionadas diretamente aos desejos e necessidades do consumidor, é estudar quais são as formas mais adequadas para chegar na mente e manter-se lá em compras futuras.

Quando são realizadas pesquisas no mercado, para descobrir o top of mind das marcas, são encontrados dados interessantes, como marcas muito famosas, que estão presentes na mente do consumidor, mas que não são consumidas, por isso é importante lembrar que ser o primeiro muitas vezes não traz retorno real para a empresa, e que é preciso trabalhar e estudar muito mais o mercado para atingir ou mudar este tipo de configuração que encontra-se em destaque quando esta situação é real no mercado de atuação.

Ter capacidade de diferenciar os produtos através das marcas é importante, pois cada vez mais existem produtos que podem substituir o da sua empresa, a similaridade entre produtos é cada vez maior e então um dos diferenciais mais lembrados pelo consumidor é a marca, que em alguns casos é “transformada” em algumas campanhas, pois está tão ligada com o público que apenas um simples pedaço ou traço é necessário para que qualquer pessoa saiba qual produto está representado ali. Sempre que novas tendências surgirem no mercado, levarão consigo as marcas, como foi percebido a pouco tempo atrás, quando marcas mais “simples” tomaram conta do mercado, ganhando poder na hora da escolha e sendo satisfatória para as necessidades daquele momento, só que o mercado está saindo desta “febre” e a tendência natural que está ressurgindo é a valorização e desejo de compra por marcas que, mesmo deixadas de lado momentaneamente, voltam a ser a opção dos consumidores que frustraram-se com a troca.

Uma marca de sucesso é o sonho das empresas, mas não devem apenas ser um nome ou símbolo que muitos conhecem, o que deve acontecer é que a marca é reflexo do produto, suas qualificações surgiram primeiro no produto e muitas vezes ser a marca mais lembrada não é positivo, ao não gerar o retorno no consumo dos produtos e fixar-se como um conjunto idealizado para atender as exigências do mercado e em especial seu público-alvo.

As estratégias de Marketing devem estar em sintonia com o mercado, com o produto e seu público-alvo, de nada adianta realizar uma campanha bonita que não traz retorno nas compras de produtos da empresa e nem mesmo chamar a atenção quer dizer que irá vender, especialmente quando o Marketing é usado como máquina de ganhar dinheiro e não como uma ciência que é peça importante do conjunto que forma a organização, o Marketing é filosófico quando bem aplicado e o sucesso só é alcançado quando estudos, competências e planejamento andam juntos.

Segundo Souza/Nemer:

“Marca pode ser definida como nome, termo, sinal, símbolo ou desenho, ou uma combinação destes, que pretende identificar os produtos ou serviços de um vendedor, ou grupo de vendedores e diferenciá-los dos produtos ou serviços da concorrência”.

autor: Rafael M. Menshhein
fonte: Portal da Administração

Posted in:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *