6 estratégias baratas para lucrar mais neste Natal

Faltando pouco tempo para o Natal, os empresários ainda podem fazer alguns ajustes para garantir bons resultados

  1. 6 estratégias baratas para lucrar mais neste Natal




Mais de 30 bilhões de reais devem ser movimentados neste Natal, segundo as expectativas da Divisão Econômica da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Apesar de esperar vendas mais fracas neste ano em comparação a 2012, este é um dos melhores períodos do ano para boa parte do comércio.

Para aproveitar melhor o consumidor com mais dinheiro no bolso e cheio de vontade de comprar, os empreendedores precisam se planejar. A esta altura, faltando menos de vinte dias para o Natal, os estoques precisam estar reforçados, assim como a equipe de vendedores e a estratégia de divulgação.

Existem, no entanto, algumas formas baratas de intensificar as vendas neste final de ano. A pedido de EXAME.com, os especialistas Carlos Cruz, diretor do IbVendas, e José Carmo Vieira de Oliveira, consultor do Sebrae-SP, ensinam como melhorar o resultado de 2013.

1. Aumente o ticket médio

Já comece a preparar a equipe para vender mais para os mesmos clientes. “Faça uma reunião com a equipe para treinar e aumentar o ticket médio, ou vendendo produtos de maior valor agregado ou vendendo mais produtos na mesma venda”, ensina Cruz.

Além disso, repasse os principais treinamentos de atendimento, tanto de processo de vendas quanto de organização da loja no período. “Ainda dá tempo de deixar todos bem afiados sobre produtos e preços”, indica Oliveira.

2. Caracterize a loja

Com todos em clima natalino, nada mais natural que deixar a sua loja de acordo com o tema. “O empresário tem que deixar a loja pronta, fazer caracterização, armar a áarvore, enfeitar e trocar a vitrine”, diz Oliveira.

3. Planeje a exposição dos produtos

Além da decoração, pense se a organização da loja está dentro do esperado e irá facilitar o dia a dia dos vendedores. “Tenha produtos bem expostos, para facilitar a dinâmica. Pense até em ter gente que possa ajudar e deixar o vendedor mais livre para focar a venda. Não pode deixar o cliente sair e comprar em outro lugar”, ensina Cruz.

Deixe os produtos onde os clientes possam encontrar. Segundo o Sebrae-SP, os artigos devem ficar na altura do olhar, a cerca de 1,60 metro. Pense também na iluminação e em como a luz pode melhorar a apresentação do produto.

4. Acompanhe resultados diários

Não adianta deixar tudo pronto e só contabilizar os resultados na véspera de Natal. O acompanhamento de metas e números deve ser diário, assim, fica mais fácil reagir e fazer ajustes se as vendas não estiverem indo bem. “Precisa acompanhar resultados e ter metas diárias até o Natal. Se não estiver alcançando, troque experiências e prepare o pessoal rapidamente”, diz Cruz.

Para Oliveira, um bom termômetro é o fluxo. “O melhor termômetro é contar o fluxo de pessoas na loja ou os acessos na internet. Veja quantas pessoas entraram, quantas compraram e qual foi o ticket médio”, ensina o consultor.

5. Use as redes sociais

Neste ponto, as estratégias de marketing já estão prontas, mas o empresário pode aproveitar as redes sociais para manter contato com os clientes. “Vala disparar posts nas redes sociais e fazer esse esforço para manter comunicação”, diz Oliveira. E-mail marketing também pode ser usado neste momento.

6. Já pense em janeiro

Não espere chegar o final do ano para planejar as liquidações de começo de ano. “Já tem que estar pensando no que vai fazer nos primeiros dias de janeiro: o que vai liquidar e como”, ensina Oliveira. Acompanhar os resultados diários ajuda a ter dicas dos itens que devem sair menos e de quanto deverá ser o desconto nas liquidações de começo de ano.

autora: Priscila Zuini
fonte: Exame

Postado em:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *