5 tendências de mobile marketing que precisam estar no radar das empresas

  1. 5 tendências de mobile marketing que precisam estar no radar das empresas




Com o crescimento constante do uso de smartphones e seus aplicativos, o mobile tornou-se o canal mais importante para os profissionais de marketing. Por meio desses dispositivos, é possível ler blogs, responder e-mails e efetuar compras. Agora, o impacto está se estendendo até mesmo ao setor de saúde e fitness após o surgimento de diversos apps de dicas e monitoramento. A verdade é que atualmente existem ferramentas para quase tudo e a estimativa é que até 2017 a população de usuários de aplicativos atinja 4 bilhões. Diante desses fatos, o blog Jeff Bullas listou as cinco principais tendências de mobile marketing para esse ano:

1. Marketing segmentado

Com o aprimoramento das tecnologias de localização, as empresas podem segmentar suas audiências de forma muito mais precisa. Entretanto, não basta apenas segmentar um amplo grupo de pessoas, é preciso focar em indivíduos também. Para isso, é necessária uma aproximação muito mais pessoal. Uma ótima maneira de personalização é incorporar a publicidade nativa em estratégias de mobile app marketing. Assim, os usuários estarão mais propensos a baixar os aplicativos e visitar os sites , o que também significa que as empresas poderão monetizar melhor seus visitantes mobile.

2. Redução de aplicativos

O usuário médio de smartphone costuma baixar cerca de 25 a 40 aplicativos, mas utiliza apenas metade ou um terço deles com frequência. Portanto, a quantidade excessiva de ferramentas resulta na necessidade de as empresas criarem um app que seja realmente útil aos seus consumidores.

3. Crescimento dos aplicativos de redes sociais

A sociedade atual está viciada nas redes sociais. De acordo com um estudo, a taxa de penetração social no mundo está em torno de 40% e em crescimento constante. Além disso, cerca de dois terços de usuários de tablets e smartphones acessam seus perfis a partir de dispositivos móveis, sendo que o Facebook é o mais utilizado. Isso significa que as marcas devem considerar formas de utilizar aplicativos de social media como canais de campanhas publicitárias.

4. Vídeo mobile

Aproximadamente, 40% das visualizações de vídeos do YouTube acontecem via mobile. Afinal, os vídeos são uma forma divertida de compartilhar informações, além de ser mais fácil de os usuários digerirem o conteúdo. Algumas dicas para as marcas apostarem nesse formato são: criar engajamento, manter vídeos curtos, torná-los disponíveis em diversos dispositivos móveis, testá-los em múltiplos dispositivos antes de divulgá-los e checar a qualidade do áudio.

5. Tecnologia wearable

Os dispositivos wearable não vão substituir os dispositivos móveis. Na verdade, eles são aparelhos com aplicativos capazes de coletar os dados dos usuários e transmitir notificações e feedbacks em tempo real. As empresas interessadas em investir nessa nova tendência não precisam criar apps exclusivamente novos, basta ajustar a ferramenta mobile existente para se adequar ao design dos dispositivos wearable.

fonte: ProXXIma

Postado em:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *