Organize os materiais impressos para nunca faltar





Muitas empresas acabam não fechando um negócio por falta de materiais promocionais impressos. E não é porque elas não fizeram seus folders e panfletos, e sim porque, por falta de organização e planejamento, os materiais acabam de repente e abastecer o estoque não é uma tarefa tão rápida.

São várias etapas, desde os pedidos, passando pela distribuição até o momento de atualizá-los, e aí sim poder mandar para impressão novamente.

Esse processo pode parecer simples e rápido. No entanto, se não for bem planejado, a empresa pode perder uma venda, por exemplo. É fundamental manter os materiais impressos sempre organizados e em dia. Destaque um funcionário para essa atividade. Ele é quem deve controlar as quantidades atuais e programar novas quantidades, quando estas estiverem acabando. É dever também deste funcionário fazer o pedido na quantidade certa, de modo a não faltar e, ao mesmo tempo, não sobrar, lembrando que as informações sobre a empresa mudam constantemente e, por isso, os impressos têm prazo de validade.

Importância de sempre ter materiais impressos disponíveis

Nem toda a tecnologia digital que temos hoje em dia à nossa disposição, somada ao poder das mídias sociais, substituem a força de convencimento garantida pelos materiais de comunicação impressos que difundem marcas, produtos e serviços. São cartões de visitas, panfletos, folders institucionais, catálogos de produtos, blocos de notas e flyers que, dispostos em uma pasta e com a identidade visual da sua empresa, enchem os olhos dos seus potenciais clientes.

Você sabia que pesquisas provam que 89% dos consumidores usam materiais impressos para saber mais sobre produtos e que 39% vão às lojas, depois de ver anúncios em folhetos? E mais: 62% das pessoas usam materiais promocionais impressos para se informar antes de realizarem suas compras. E 36% afirmam que usam os folhetos promocionais na mesma data em que os recebem.

Dicas de como organizar os impressos para não faltar e nem sobrar

Avaliar as quantidades

O responsável pelos impressos deve se certificar quais as quantidades adequadas de cada um dos materiais impressos. A tiragem deve ser definida antes de fazer pedido de nova impressão à gráfica. Cuidado para pedir um volume superior ao que a empresa realmente necessita. Deixe de lado o temor de que uma certa quantia não seja suficiente. Não gaste mais e evite a possibilidade de acabar inutilizando parte do material.

Ficar atento às atualizações

Informações mudam a todo momento nas empresas. Fique atento quando determinado produto deixar de ser feito. Ele precisa ser retirado do catálogo com o portfólio da marca. Se algo novo for lançado, é hora de acrescentar. Analise as novas estratégias do negócio para ver se estão de acordo com o que está no material já impresso. Cheque se todos os funcionários que aparecem na estrutura da companhia ainda estão fazendo parte do quadro de pessoal. Caso uma unidade de negócio seja fechada ou haja uma mudança de endereço, também é hora de atualizar o material.

Aspectos a serem considerados

Como calcular a quantidade de materiais impressos para sua empresa? Isso varia muito de acordo com aspectos como público-alvo do material, tamanho da empresa, segmento de atuação, quantidade de mensagens-chave a serem informadas, objetivo do material e em quais oportunidades eles serão distribuídos.

Conte com a ajuda de quem entende do assunto

Quando já souber qual material precisa ser reimpresso, consulte o atendimento da gráfica com a qual você trabalha. Eles têm experiência e sabem orientar quanto às quantidades corretas para cada situação.

fonte: Printi

NOTA IFD: Métodos tradicionais de divulgação não devem ser desconsiderados. Entre em contato conosco, podemos te ajudar a impactar seus clientes e garanta que sua empresa seja apresentada de forma profissional ao mercado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *