WEB 2.0 e as mudanças nas carreiras de comunicação e marketing

Para reflexão inicial: pesquisas nos EUA apontam que 70% das profissões que existirão daqui a 10 anos ainda não foram inventadas!

Como Psicóloga e Orientadora Profissional venho estudando as mudanças nas profissões e nas carreiras após o advento da web 2.0 e a cada dia tenho me surpreendido.

Em minha opinião as carreiras da área de comunicação e marketing são algumas das que estão sendo mais impactadas pelas novas tecnologias e pela web 2.0, com destaque para as Redes Sociais, uma vez que as formas de comunicação mudaram radicalmente.

Hoje constatamos que as formas de interações e os meios de comunicação mudaram, mudou também o trabalho e as formas de produzir valor nas empresas, mudou o conceito de privacidade, as formas que as pessoas se relacionam e o modo em que construímos nossa identidade.

Estamos vivenciando hoje a criação de relações entre indivíduo e informação, a geração de conteúdos próprios, a conexão com pessoas com interesses similares, a construção coletiva e geração de conhecimento coletivo e troca de experiências. Penso que essas mudanças não têm volta por se tratarem de mudanças de comportamento humano.

Em função disso, um estudante de publicidade, de marketing ou de jornalismo que durante a graduação não estude sobre essas mudanças no comportamento e sobre comunicação digital, na maioria das vezes por conta própria em função de os currículos desses cursos não oferecerem conteúdo sobre esses temas, enfrentará grandes dificuldades de alavancar sua carreira na área.

Por outro lado, as oportunidades que estão se abrindo para esses profissionais são enormes. A Veja apontou em sua edição de número 2222, as 20 carreiras mais promissoras e 4 são da área de internet, sendo 2 ligadas à comunicação: Analista de Redes Sociais e Analista de Palavra Chave (SEO), ambas com salários iniciais na faixa de R$ 4.000,00 a R$ 5.000,00. Essas oportunidades podem ser ocupadas por profissionais de marketing, de publicidade, de jornalismo, de RP e de tecnologia. Além dessas, podemos constatar várias outras se consolidando e oferecendo ótimas oportunidades no mundo todo.

Como sócia e diretora de agência de publicidade, atuando em SP e Brasília, comecei a me preocupar com essas mudanças por volta de 2005 e logo optei por capacitar a nossa equipe, iniciando por mim, visando a sobrevivência de nosso negócio. Lá em 2005, quando poucas eram as opções de capacitação e não havia ocorrido a explosão das Mídias Sociais, essa necessidade já mostrava premente para as agências e profissionais da área de comunicação, mas hoje considero uma questão de sobrevivência.

Um profissional ou uma agência acharem que é possível trabalhar da forma que a graduação ensina é ilusão. Estão com os dias contados as carreiras na área de marketing e comunicação tradicional porque esses profissionais precisam estar preparados para a comunicação contemporânea.

Acho que hoje, mais do que qualquer outra habilidade, é preciso entender de comportamento e interação humana para empreender uma carreira nas área de comunicação e marketing. Não esquecendo, é claro, que sem sólidos fundamentos de comunicação e marketing, um profissional terá dificuldades para obtenção de sucesso nas Mídias Sociais e ambientes digitais.

Ficam as dicas:

Planejar a carreira é mais importante do que nunca.Fique de olho nas novas carreiras e oportunidades!
Você é o que você posta.Cuide muito bem de sua presença digital se pretende empreender uma carreira de sucesso!

As oportunidades chegam em ondas. Fique atento ao que está acontecendo em outros países. Se quiser conhecer alguns dos mais de 5000 empregos em Novas Mídias para profissionais de comunicação nos EUA visite o http://www.talentzoo.com

autora: Fernanda Bornhausen
fonte: http://www.acontecendoaqui.com.br/

Posted in:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *