As 7 habilidades essenciais do Gerente de Projetos

  1. As 7 habilidades essenciais do Gerente de Projetos




Por ser uma área relativamente nova na cultura empresarial brasileira e também na área educacional, a gerência de projetos é um papel assumido por profissionais com formações diversas. Engenharia, Administração, Marketing, Arquitetura, Tecnologia da Informação, entre outras formações podem assumir o cargo de gestor de projetos. Mas qual será a verdadeira formação essencial ao Gerente de Projetos?

Primeiro, vamos esclarecer o que é um gerente de projetos.

É o profissional responsável pelo planejamento, execução e acompanhamento de um projeto. O gerente de projetos precisa possuir habilidades e competências específicas para motivar sua equipe, promover a comunicação entre ela e ainda ter paixão por novos desafios, e acima de tudo ele precisa ser responsável e ser comprometido com prazos. Ah, essa palavra está no dia a dia de qualquer gerente de projeto.

Agora, respondendo à pergunta da sua formação essencial, há mais de uma resposta correta. Isso porque quem escolhe gerenciar projetos, precisa ser multidisciplinar e, acima de tudo, ter jogo de cintura. É necessário, por exemplo, saber negociar, pois isso fará parte da rotina do gerente de projetos. Além disso, é preciso garantir que as entregas serão feitas com qualidade.

Um gestor de projetos poderá não só ser um profissional com formações diversas – como dito no início deste post – como também poderá atuar em qualquer tipo de empresa. E conforme for evoluindo na carreira e – dependendo da maturidade da empresa em gestão de projetos – ele pode assumir uma posição de gerente de portfólio ou até de gerente do escritório de projetos (PMO).

Agora que você já sabe que independentemente da sua formação você pode ser um gerente de projetos, confira a seguir cada habilidade em detalhe que você precisará caso tenha o interesse em se tornar um.

Então, vamos lá:

1) Organização

Essa talvez seja a habilidade mais básica e a mais essencial. Muitas vezes você terá que gerenciar mais de um projeto ao mesmo tempo, e se organização não for a sua maior qualidade você enfrentará alguns problemas. Mas não se preocupe, se este for o seu caso, não é difícil desenvolver esse tipo de habilidade. Se for preciso, busque ferramentas que o auxiliem nisso.

2) Liderança

Nunca, jamais, confunda líder com chefe. É bem verdade que existem mais chefes do que líderes por aí, mas um gerente de projeto não pode se encaixar na maioria. Ele precisa ser um agente da mudança, e engajar e inspirar o seu time a ir junto com ele. Nem todos nascem sabendo liderar, mas todos podem desenvolver a liderança.

Ser um bom líder significa também conhecer os membros da sua equipe e saber encaixá-los nos projetos certos, de acordo com as suas competências.
E lembre-se sempre: uma boa liderança garante um ambiente de trabalho mais saudável e, por consequência, o alto astral da equipe que trabalhará muito mais motivada.

3) Comunicação

A comunicação é o ponto fraco de muitos projetos. É preciso ter um processo aberto e transparente de comunicação, com incentivo à troca de ideias e opiniões. Outro ponto fundamental é ter a consciência do que deve e o que não precisa ser comunicado para equipe e stakeholders. Se o gerente de projeto quiser melhorar a produtividade dos seus projetos, então ele deve melhorar a comunicação na sua equipe.

4) Negociação

A palavra “negociação” é praticamente sinônimo de gerência de projetos. Você tem de lidar o tempo todo com diferentes interesses, buscar um acordo que seja satisfatório para ambas as partes, convencer pessoas a fazer o que não querem, pedir mais prazo ou recursos para determinada tarefa, e por aí vai.

5) Gerenciar crise

O gerente de projetos deve sempre se antecipar à crise. Mapear os possíveis riscos nos quesitos mais importantes para o cliente é uma tarefa primordial.

A habilidade do item 3 será uma importante ferramenta para lidar com a crise. Uma dica que damos é evitar o “fogo amigo” entre sua equipe. Para isso, mantenha um nível de estresse saudável, nem demais, nem de menos.

6) Resolução de problemas e tomada de decisão

Tenha atitude diante do risco. Tenha confiança suficiente para tomar decisões sem ter todas as informações disponíveis. O bom gerente de projetos identifica os problemas e propõe soluções, age quando é necessário e lidera a equipe rumo ao sucesso.

7) Persistência

Ter paciência e insistir quando for necessário nunca é demais. Você não pode desistir frente as dificuldades. Não é fácil, e se fosse, a profissão não seria tão valorizada como é atualmente. A persistência é o que irá diferenciar o ótimo do bom.

Se você deseja investir nessa profissão, então agora você já sabe o que você precisa ter ou desenvolver.

autora: Thassia Vaz
fonte: Blog Project Builder

Postado em:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *