Antes de decidir pelo home office avalie o seu perfil

O profissional que decide por esse estilo de trabalho precisa ter muita disciplina e organização. Conheça seis pontos que devem ser levados em consideração antes de bater o martelo.

  1. Antes de decidir pelo home office avalie o seu perfil




Ainda relativamente recente no Brasil, a modalidade de home office tem ganhado a atenção de empresas de variados segmentos e quebrado paradigmas. Tudo isso em prol de redução de custos de infraestrutura e da maior satisfação dos colaboradores. Além das empresas, profissionais autônomos e empreendedores com poucos funcionários podem usar esta estratégia e cortar custos sem reduzir a qualidade do serviço.

Mas, será que funciona? Quais são os prós e contras desta modalidade? Qual a melhor opção, home office ou o modelo tradicional? Veja a seguir!

O home office funciona?

Sim! Segundo especialistas em gestão de pessoas e produtividade individual, o home office traz resultados surpreendentes em relação à produtividade e motivação dos colaboradores. Porém, deixam claro que o principal responsável pelo sucesso é o próprio indivíduo, que deverá estar preparado para esta realidade muito distinta da tradicional.

Antes de avaliar as vantagens e as desvantagens do home office deve-se esclarecer que um profissional para trabalhar em casa deve ter duas características primordiais: disciplina e organização.

Tome a decisão certa!

A rotina de um emprego comum, externo, você já conhece. Agora, vamos ver os pontos que precisam ser levados em consideração em relação ao home office para acertar na sua escolha.

  1. Liberdade de atuação. Este é um dos grandes pontos positivos. Se você é daqueles que gostam de se virar sozinho e achar soluções e respostas em meio a uma adversidade, trabalhar em casa não será um problema.
  2. Definição do próprio horário de trabalho. Muitos veem o home office como o trabalho dos sonhos devido à flexibilidade. Portanto, se você pleiteia isso, deve saber organizar bem as demandas para entregar os resultados que o cliente espera.
  3. Alimentação saudável. Este é mais um ponto a favor desta modalidade, afinal, ao se alimentar em casa fica muito mais fácil fugir das tentações das padarias e restaurantes e manter uma dieta mais saudável. Se você busca isso para a sua vida, mais um ponto a favor.
  4. Fuja do trânsito. Um dos maiores problemas assistidos nas grandes cidades do Brasil está relacionado à mobilidade urbana. Portanto, não ter que perder horas preciosas do dia encarando congestionamentos e se estressando é uma ótima ideia.
  5. Produtividade acima do convencional. Pesquisas apontam que a produtividade e os resultados aumentam consideravelmente quando o profissional atua em seu lar.
  6. Dificuldade de concentração. Por estar disponível à família, internet, amigos e televisão, o profissional facilmente pode se desconcentrar. Profissionalismo e disciplina se fazem necessário para neutralizar esta questão.

Avaliando todos os pontos levantados acima você tomara uma decisão muito mais assertiva. É importante ser imparcial na hora de se decidir para que não haja frustrações ou arrependimentos futuros. Então, se você tem sócios ou funcionários e planeja que eles possam trabalhar remotamente defina metas periódicas e faça avaliações do trabalho de cada um. Já se você é um empreendedor individual faça uma agenda, veja qual o seu ritmo e também não se esqueça de definir metas.

autor: Diego Contezini
fonte: http://webinsider.com.br/

Postado em:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *